Até alguns anos atrás, quando se falava em rede social, os brasileiros logo pensavam apenas em Orkut. Hoje a grande maioria já pensa também em dois outros serviços: Facebook e Twitter. Este primeiro é atualmente a maior rede social do planeta, com pouco menos de 600 milhões de usuários cadastrados e um filme campeão de bilheteria em sua homenagem.

Devido ao enorme sucesso que vem atingindo, o Facebook já tem suas ações estimadas em mais de 60 bilhões de dólares. Mark Zuckerberg, criador da rede, já afirmou que seu objetivo é transformar o valor da empresa para mais de 1 trilhão de dólares. Estes dlesejos ambiciosos apenas mostram o poder do Facebook na internet mundial.

Facebook: 585 milhões de perfis cadastrados

A rede internacional

Não há como negar que o Facebook é uma rede social realmente internacional. Ao contrário do Orkut, que possui 70% de usuários no Brasil e na Índia, o Facebook é mais fragmentado, tendo pessoas dos Estados Unidos, Indonésia, Reino Unido, Turquia e França como principais usuários.

Dados de 2010 apontam o crescimento no número de cadastrados de várias nações. No México, houve um aumento de 192% nas adesões, sendo o segundo país a mais ganhar novos membros no Facebook. O primeiro colocado nesse ranking é a Índia, que em menos de um ano teve um crescimento de 228% no mesmo quesito.

Os brasileiros ainda não estão no top 10 do Facebook, mas a cada dia novas pessoas aderem ao serviço. Não é possível saber ao certo se um dia, o Facebook terá tantos adeptos no Brasil quanto o Orkut (que possui 43 milhões), pois o foco da empresa é globalizar e não investir em apenas um país.

Mapa de popularidade do Facebook

Fonte da imagem: Paul Butler

Apesar da predominância norte-americana, dados divulgados pelo próprio serviço afirmam que mais de 70% dos usuários cadastrados estão em países estrangeiros. Estes dados podem ser acessados através da página da sala de imprensa do Facebook, que pode ser acessada por este link.

A rede empresarial

Calma, você não está louco e o Facebook não foi criado para reunir membros de uma empresa. Mas é necessário saber que esta rede social é a mais útil, em termos mercadológicos. As Fan Pages garantem que pessoas se reúnam em torno de interesses comuns, como uma marca.

Se contarem com construção e manutenção satisfatórias, estas páginas podem ser utilizadas para discussões sobre produtos, reunião de links interessantes, suporte para vários idiomas e muitas outras funções, que podem se adequar às necessidades de cada empresa.

Página do Starbuck, uma das mais acessadas

Muitas empresas preferem o Facebook devido ao alcance das ações. Lembrando que são quase 600 milhões de usuários cadastrados, o que significa uma enorme quantidade de possíveis contatos. Outra vantagem do Facebook é percebida quando o comparamos com o Twitter. As informações ganham relevância por mais tempo, já que no microblog tudo é muito rápido.

A rede social

A cada segundo, 7 novos usuários criam cadastros no Facebook. Isso significa que se você levou 5 minutos para chegar até este ponto do artigo, cerca de 2.100 perfis foram adicionados à rede social. enquanto você lia. É por esse motivo que o Facebook saltou de 337 milhões de usuários no começo de 2010, para 585 milhões no final do mesmo ano. 74% de aumento.

Traduzido para mais de 70 idiomas (contando com o auxílio de 300 mil usuários para isso), a rede social é reconhecida também pelos diversos joguinhos disponíveis para ela. Há pelo menos 190 países com desenvolvedores de aplicativos dedicados ao serviço, sendo que 20 milhões deles são adicionados aos perfis dos usuários todos os dias.

Perfis são criados a todo instante

Fonte da imagem: sala de imprensa do Facebook

Esses aplicativos garantem a permanência de muitos, afinal não é raro encontrar alguém que diga: “estou no Facebook apenas pelo Farmville” (considera-se o Império dos Joguinhos Sociais). Independente disso, é necessário possuir amigos adicionados, caso contrário não é possível interagir nos joguinhos, que são considerados “sociais” por esse motivo.

Curtiu?

Não podemos deixar de falar nos recursos disponibilizados pelo Facebook. Utilizando como base de medida o número de vezes que o botão “Curtir” foi acionado sobre determinado link, os servidores realizam uma escala de importância nos feeds recebidos e apresentam assim quais são as informações mais relevantes para cada perfil.

Fácil compartilhar links

Com cada vez mais funcionalidades, hoje o serviço conta também com um mensageiro instantâneo próprio que pode ser integrado ao Windows Live Messenger e também permite que sites disponibilizem o botão “Curtir” em suas páginas (o Baixaki também oferece esse recurso).

O que pode ser uma ameaça?

Como o nome deste artigo já questiona: o que poderia parar o Facebook? O serviço online que vem há tempos tomando o lugar de outras redes sociais parece não conhecer o pedal do freio e continua acelerando sobre os adversários. O que começou em um dormitório da Universidade de Harvard é hoje referência para modelos de negócios e administração.

Mark Zuckerberg é o imperador das redes sociais

Fonte da imagem: sala de imprensa do Facebook

Qual seria a verdadeira ameaça para o Facebook? Ou talvez a pergunta mais apropriada seja: o que pode fazer com que a rede social deixe de ganhar novos adeptos ou até mesmo perca alguns dos que já tem?.

Questões de segurança

Segurança na internet é sempre um assunto delicado. É comum que usuários tenham suas contas invadidas porque utilizam senhas muito simples ou redirecionam seus serviços de recuperação de acesso para emails também invadidos. Mas era de se esperar que os executivos dos sites fossem mais cuidadosos.

Conta do criador invadida

Na verdade ainda não se sabe se foi realmente culpa de Mark Zuckerberg, mas o criador do Facebook teve sua conta crackeada há alguns dias. Isso significa que, provavelmente, a rede social passou por uma instabilidade de segurança bastante grave.

Também é verdade que medidas foram tomadas rapidamente e em pouco tempo já havia sido lançada uma atualização no sistema que garantia mais segurança para os usuários. Isso inclui melhorias nos protocolos de autenticação e permanência das páginas. Essa sensação de segurança que é oferecida é um ponto que os usuários levam bastante em consideração para permanecerem cadastrados.

Outras redes sociais?

Já dissemos que o Orkut é a maior rede social para os brasileiros e até mesmo chega a ser considerada uma “rede social brasileira” por muitos. Mas a verdade é que, em escala global, é impossível comparar os 90 milhões de usuários cadastrados no Orkut com os 600 milhões do Facebook.

Redes sociais cada dia mais segmentadas

Muitas outras já surgiram e foram esmagadas. Gazzag é a prova disso. Há quem fale em Twitter e MySpace, mas é preciso lembrar que estas possuem focos muito diferentes daquele que o Facebook oferece. Em termos gerais, ainda não há quem possa enfrentar o Facebook em número de usuários, mas há um novo mercado que pode surgir em breve.

Redes sociais mais segmentadas podem ser uma saída interessante. Sendo direcionadas a públicos determinados, essas redes sociais atraem anunciantes mais diretos, o que pode gerar mais rendimentos do que anúncios em outras redes mais abrangentes. Um ótimo exemplo deste tipo de segmentação é a rede social “Eu Já Fui”, que reúne apaixonados por viagens.

Rede social para apaixonados por viagens

.....

Com novos jogos e novos usuários a cada dia, a impressão que o mundo todo tem é de que não há maneira de parar o crescimento do Facebook. Outras redes sociais surgem, mas só fazem sucesso as que são criadas para determinados segmentos. Dessa forma, nenhuma consegue ameaçar realmente o império de Mark Zuckerberg.

O que você pensa a respeito disso? Será que o Facebook vai continuar se expandindo? Até quando? Deixe um comentário para nos contar se acha que algum dia o Facebook irá perder o posto de maior rede social do mundo. O que pode ser uma ameaça para ela?

Cupons de desconto TecMundo: