Em um passado não muito distante, o Facebook retirou a possibilidade de os vídeos do YouTube serem reproduzidos na própria rede social — algo que foi permitido novamente em pouco tempo. Como você deve imaginar, isso foi apenas uma amostra do que a rede de Zuckerberg está disposta a fazer para dominar o mercado de streaming de vídeos, que hoje é dominado pela Google.

Agora, uma nova informação surge na imprensa internacional e mostra que o Facebook está mesmo investindo pesado no segmento. Segundo o The Wall Street Journal, nesta semana a rede social adquiriu uma empresa vital para que a concorrência fique ainda mais acirrada: a QuickFire. Trata-se de uma startup norte-americana responsável pelo desenvolvimento de um sistema bem interessante.

O QuickFire é capaz de converter vídeos antes do upload, fazendo com que o envio deles seja muito mais rápido do que normalmente aconteceria — resultando em menos utilização de banda para o upload —, mesmo sem perder a qualidade dos conteúdos. Isso pode ser vital para que o Facebook consiga levar mais usuários a realizarem os uploads diretamente em seus servidores.

E por que isso é importante? Pelo fato de que dessa forma existe muito mais facilidade no controle do que é postado e — principalmente — garante mais rendimentos com anúncios que podem ser integrados aos vídeos. Uma nota oficial sobre a venda foi postada no site oficial do QuickFire, mas ainda não foram revelados quais foram os valores envolvidos na negociação.

Cupons de desconto TecMundo: