Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/TalkWeb)

De acordo com a Forbes, o Facebook abriu uma investigação para apurar como um blogueiro búlgaro adquiriu informações pessoais (incluindo nome e endereço de email) de aproximadamente 1,1 milhão de seus usuários e a possível brecha de segurança usada para isso.

Em publicação no seu blog, o ativista de direitos digitais Bogomil Shopov conta que teria descoberto a oferta da lista de dados em um site de anúncios chamado Gigbucks. O mais impressionante nessa história foi o preço pago por ele: apenas US$ 5 (R$ 10).

As informações estavam divididas em 12 planilhas eletrônicas, sendo que cada uma delas possuía dados de cerca de 100 mil pessoas com contas na rede social. Segundo informado pelo próprio blogueiro, a maioria das informações eram de perfis do Canadá, dos EUA e da Europa.

Ele ainda comentou que recebeu uma ligação da “polícia” do Facebook. Nessa conversa, o interlocutor da rede social teria solicitado que Shopov encaminhasse o arquivo comprado, apagasse a planilha original e ainda delatasse se havia a repassado para alguém. Ainda foi pedido que o búlgaro informasse onde adquiriu a lista e a forma de pagamento.

Por fim, a pessoa que o contatou mencionou: “Oh, e por falar nisso, você não está autorizado a divulgar qualquer parte desta conversa; é um segredo que um dia tivemos esse papo”.

Fontes: Forbes, TalkWeb

Cupons de desconto TecMundo: