Ter a conta de uma rede social hackeada é um dos maiores pesadelos de um usuário frequente de internet. Xingamento e posturas impróprias na rede são as menores das atitudes que os criminosos virtuais cometem — pior mesmo é quando eles vazam fotos, informações sigilosas e documentos ou chegam a roubar totalmente o perfil.

No caso do Facebook, são várias as formas de se proteger antes ou durante uma invasão. O primeiro passo para verificar se o seu perfil foi acessado por alguém não autorizado é clicar na seta do canto superior direito da tela e entrar no menu da conta, selecionando “Configurações”.

Lá, vá em “Segurança” e, em seguida, no item “Onde você está conectado”.

Nessa primeira parte, é possível verificar todas as vezes em que você entrou na sua conta. Caso algum login seja estranho para você e não corresponda a sua rotina e seus lugares de acesso, ela pode ser a atividade de algum hacker.

Nesse caso, basta clicar em “Encerrar atividade”, para que o invasor seja temporariamente desativado da rede.

Medidas mais drásticas

Existem outras maneiras de analisar se algum cibercriminoso invadiu a sua conta. Basta olhar suas informações pessoais: caso alguma delas tenha sido alterada repentinamente e sem que haja conhecimento prévio, fica evidente que alguém está fazendo isso de forma clandestina.

Tendo encerrado as atividades do invasor, mude imediatamente sua senha em Configurações > Geral > Senha.

Além disso, existe uma página de ajuda do Facebook para quem ainda tem acesso à conta, mas suspeita que ela esteja insegura — clique aqui para acessá-la. A própria rede social fornece o passo a passo para manter sua conta protegida.

Prevenir é melhor que remediar

Confira outras dicas de como estar sempre seguro no Facebook:

  • Ative sempre os alertas de login, assim você saberá instantaneamente se alguém entrar em sua conta em um dispositivo ou navegador pela primeira vez.
  • Escolha uma forma de dupla verificação. Ter mais de uma chave de segurança para entrar na conta dificulta bastante o trabalho do hacker. Ele pode ser um código de aprovação via SMS, uma recuperação para quando você não estiver com o celular ou um desloqueio U2F (Universal 2nd Factor) via USB ou NFC.
  • Adicione senhas para todos os aplicativos. Você pode criar códigos novos e individuais para cada serviço usado dentro do Facebook, como Skype, Spotify e muitos outros. Isso pode ser feito a partir deste link.
  • Estabeleça contatos confiáveis. Nessa opção, você pode escolher algumas pessoas próximas a você para ajudar a desbloquear a sua conta em caso de nova invasão.

Cupons de desconto TecMundo: