Nesta quarta-feira (7), o Facebook lançou uma atualização para o Workplace que o torna mais apto a competir com seu rival Slack. O novo sistema de “integração customizada” disponibilizado pela empresa permite que aplicativos de terceiros interajam com o software e confiram a ele mais recursos.

No entanto, ao contrário do que acontece no Slack, a nova opção não surge na forma de uma loja de aplicativos de fácil acesso. Na verdade, a atualização se trata de um conjunto de ferramentas de desenvolvimento (APIs) que podem ser usadas por criadores que desejam trabalhar com o Workplace de alguma forma.

Lançado em 2015, o Workplace ainda está tendo dificuldades para engrenar

Com isso a solução do Facebook está muito mais voltada a desenvolvedores do que aos consumidores finais de seu programa. A decisão é um tanto estranha quando levamos em consideração que o Workplace foi desenvolvido justamente para ser acessível a um número maior de usuários.

A situação reforça os indícios de que a rede social ainda não sabe muito bem como quer posicionar seu software de comunicação. Introduzido originalmente em 2015, o aplicativo falhou em ganhar tração, ao mesmo tempo em que o Slack já possui uma base de 3 milhões de usuários, enquanto a área ganhou novos concorrentes, como o Microsoft Teams.

Cupons de desconto TecMundo: