Pouco após demonstrar ao público um sistema semelhante ao Prisma que dava um ar mais artístico a vídeos, o Facebook já começa a trazê-lo a seu app mobile. A inteligência artificial batizada como “Caffe2Go” usa o poder de seu smartphone Android ou iOS para adicionar filtros a vídeos publicados com ajuda da rede social.

Mais interessante do que as transformações visuais realizadas pela empresa é o processo de funcionamento da tecnologia. Em vez de depender de grandes centros de dado responsáveis por processar os diversos elementos que formam sua rede neural, a empresa consegue fazer esse processo complexo dentro do celular dos usuários.

O Caffe2Go é parte de uma iniciativa mais ampla no campo da inteligência artificial que também inclui o aplicativo Lumos e possui aspectos opensource para desenvolvedores que não trabalham no Facebook. A tecnologia de processamento de imagem foi criada para trabalhar com as limitações de hardware de um smartphone, mas também pode ser escalada para tirar proveito de servidores e estações de trabalho mais potentes.

Otimizado para o ambiente mobile

Para tornar isso possível, o time responsável criou um sistema operacional baseado no UNIX que é 100 vezes menor do que outros sistemas de aprendizado profundo. A partir dessa base podem ser criados módulos como o NEON, que aprimora o uso da CPU e resulta na obtenção mais rápida de resultados em ambientes mobile.

A tecnologia dispensa o uso de grandes centros de processamento para funcionar

A previsão do Facebook é que algumas partes do Caffe2Go sejam abertas a colaborações externas em questão de alguns meses, dependendo da maneira como o projeto avança internamente. Embora dificilmente a tecnologia resulte em algo semelhante à visto na série Westworld em um futuro próximo, a promessa é que ela vá oferecer possibilidades que vão além da aplicação de filtros interessantes em fotografias e vídeos.

Cupons de desconto TecMundo: