Fotos do espaço sempre costumam nos impressionar pela quantidade enorme de detalhes. Mas o caso desta aqui definitivamente ganha de qualquer outra: trata-se de uma foto da Via Láctea com quase 50 bilhões de pixels de resolução, o que faz dela a maior imagem espacial já registrada até hoje. Isso para não falar em uma das mais pesadas, com absurdos 194 GB.

Antes de tudo, verdade seja dita: essa não é uma imagem única, mas o resultado de 268 seções menores unidas em uma só. Mesmo assim, registrar tamanhas fotos ainda é um absurdo – para tal, um time de astrônomos da Ruhr-Universität Bochum, na Alemanha, teve de utilizar um observatório no Deserto do Atacama, Chile, em um processo de captura de imagens que levou cinco anos.

Caso esteja se perguntando por que a imagem é bem mais “verde” ou sem cor do que aquelas tão coloridas que vemos em outras fotos espaciais, saiba que isso tem bons motivos. Segundo o artigo publicado pela equipe na revista científica Astronomical Notes, foi necessário utilizar um filtro de banda estreita que destaca com mais facilidade os objetos uns dos outros, em troca de tirar um pouco do brilho do cenário.

Acima, uma pequena imagem da Nebulosa M8

Mesmo assim, todo esse trabalho certamente compensou: além da belíssima e gigantesca imagem, os pesquisadores conseguiram descobrir mais de 50 mil objetos variáveis, como estrelas variáveis que antes eram obscurecidas por outros corpos no espaço.

Obviamente, quem quiser conferir o resultado final (e não apenas observar um pedacinho da vista, como na imagem acima) não vai precisar baixar o arquivo completo. Você pode simplesmente clicar neste link para ver o registro online, com ferramentas que vão ajudá-lo a explorar a foto. É possível, inclusive, pesquisar nomes de estruturas da Via Láctea, para que o site carregue a região desejada.

As mais incríveis fotos do espaço Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: