O mundialmente famoso cientista britânico Stephen Hawking e o bilionário russo Yuri Milner anunciaram nesta segunda-feira (20) o “Breakthrough Initiatives”, programa que pretende vasculhar o espaço na busca por vida alienígena durante os próximos dez anos. Milner fez o investimento de US$ 100 milhões neste que é o mais audacioso projeto já idealizado do gênero. Hawking é o mentor intelectual da iniciativa.

“Em um universo infinito devem haver outros casos de vida. Pode ser que, em algum lugar do cosmos, talvez exista vida inteligente. Seja como for, não há maior pergunta. É hora de nos comprometermos a encontrar uma resposta e buscar vida além da Terra. Precisamos descobrir”, declarou o cientista em pronunciamento na Royal Society, em Londres, Inglaterra.

O bilionário russo Yuri Milner e o famoso cientista britânico Stephen Hawking.

Duas fases

O programa será executado em duas etapas. Primeiro, dois dos telescópios mais poderosos do planeta serão usados para a varredura de mais de 1 milhão de estrelas próximas à nossa: o Robert C. Byrd Green Bank, nos EUA, e o Parkes Telescope, na Austrália. Além do escaneamento de espectros de rádio pela etapa Breakthrough Initiatives, buscas por transmissões a laser serão realizadas universo afora.

Após a coleta dos dados, a fase Breakthrough Listen vai passar a vigorar: a análise das informações e o uso e aperfeiçoamento de um software open-source para decodificação serão então feitas. Segundo Milner, o projeto será capaz de vasculhar uma área até dez vezes maior que as iniciativas anteriores. “Temos a responsabilidade de não parar de procurar”, disse o empresário, que é também PhD em Física.

Equipe competente

Geoff Marcy, astrônomo responsável por encontrar mais de cem exoplanetas, e Frank Drake, astrofísico e fundador, já na década de 1960, do programa norte-americano Pesquisa por Inteligência Extraterrestre (SETI) são alguns dos especialistas que farão parte da equipe de pesquisadores do Breakthrough Initiatives.

Junto do anúncio do projeto que visa encontrar sinais de vida alienígena inteligente, uma competição para a criação de mensagens que representam a humanidade destinadas a seres de outros planetas foi criada. O prêmio foi cravado em US$ 1 milhão. "Aprendemos muito nos últimos 50 anos sobre como procurar sinais no espaço. Com a Breakthrough Initiatives, vamos trabalhar com um 'aprendizado dobrado' [sobre as pesquisas]", comentou Drake na cerimônia de lançamento da iniciativa.

Estamos sozinhos no Universo? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: