Em 2018, os quatro astronautas da nave espacial Starliner usarão um traje mais moderno, desenvolvido pela Boeing. A maior vantagem é dar mais conforto e mobilidade aos aventureiros, que irão usar a roupa apenas dentro da nave. Ou seja, a roupa não serve para caminhadas espaciais.

O uniforme completo, com sapatos integrados, pesa 9 quilos – 4,5 kg a menos que o icônico traje alaranjado usado pelos tripulantes da Estação Espacial, por exemplo. As luvas possuem touchscreens capacitivos e são mais facilmente removíveis. Até mesmo o capacete é mais moderno, com uma espécie de zíper que simplifica a colocação e o deixa mais leve.

A viseira é feita de policarbonato e proporciona uma visão periférica maior. A pressurização é feita com mais agilidade e garante a segurança dos astronautas, conforme exigência da NASA. Outra vantagem é o fato de um projeto mais simples apresentar menos partes propensas a danos.

Astronauta Sunni Williams testa o novo uniforme

O primeiro voo da Starliner deverá acontecer em agosto de 2018 e faz parte de um projeto da NASA que financia viagens espaciais de outras empresas – no caso, da Boeing. Antes disso, porém, em maio, deverá ser lançado a nave Dragon, da SpaceX. O uniforme a ser usado ainda não foi divulgado, mas especula-se que até designers de uniformes de super-heróis podem estar por trás dessa roupa.

Cupons de desconto TecMundo: