Por mais estranha e controversa que essa afirmativa possa parecer, ela já está acontecendo e pode ter motivos “nobres” por trás dos panos. Isso porque ambas as companhias pretendem oferecer esse benefício para atrair ainda mais o sexo feminino para o seu quadro funcional, uma estratégia que visa derrubar, de uma vez por todas, as barreiras entre os sexos (pelo menos no ambiente de trabalho).

De acordo com a notícia veiculada no site da NBC News, essa já é uma realidade para o Facebook, que cobre totalmente os custos do congelamento de óvulos. Esse procedimento pode chegar à cifra de US$ 10 mil (aproximadamente R$ 24 mil), além do custo anual de US$ 500 (R$ 1.228, em conversão direta). No entanto, as empresas oferecem US$ 20 mil (aproximadamente R$ 50 mil) para aquelas que decidem realizar o procedimento.

O objetivo principal por trás dessa manobra é permitir que as mulheres “atrasem” o período de gravidez e “aproveitem” melhor o seu tempo produtivo. Apesar de esse ser o ponto controverso da história, há que se destacar que não há imposição nenhuma por parte das empresas para que as empregadas do sexo feminino façam isso.

Como funciona esse processo?

O processo de congelar óvulos não é exatamente novo e tem se tornado uma tendência para as mulheres que não querem ter um filho tão cedo. O procedimento, no entanto, faz-se necessário porque o sexo feminino (mais do que os homens) têm uma idade “adequada” para produzir os seus descendentes (entre 20 e 35 anos, aproximadamente).

Para realizar a coleta, as pacientes recebem hormônios que induzem a produção dos óvulos em um ritmo maior do que elas naturalmente produziriam. Esses embriões são, posteriormente, coletados e congelados e podem permanecer saudáveis para fecundação por até 10 anos.

Esse benefício é apenas uma das muitas regalias que as companhias oferecem aos seus colaboradores de ambos os sexos. As empresas também proporcionam vantagens para aquelas pessoas que desejam adotar filhos, sem mencionar os benefícios para aqueles que já possuem crianças.

Uma bela manobra da Apple e do Facebook, que podem atrair aquelas mulheres que querem se concentrar em suas carreiras e “atrasar” a sua gravidez em alguns anos. Quem sabe, daqui algum tempo, não vejamos iniciativas do tipo aqui em nosso país também.

Cupons de desconto TecMundo: