É normal ir atrás de uma assistência técnica quando um equipamento quebra. Em alguns casos, pode ser pela própria empresa; em outros, buscamos assistências técnicas autorizadas; por último, há lojas menores e tão competentes quanto que também podem realizar o serviço. Porém, parece que isso não agrada grande parte das empresas de tecnologia.

Diversas companhias, como a Apple, Verizon, Toyota, Lexmark, Caterpillar, Asution e Medtronic estão contra as leis de “direito de reparo” que cinco estados americanos introduziram em janeiro. Basicamente, essa nova legislação força as empresas de tecnologia a darem acesso público para instruções e componentes de seus produtos.

Assistência técnica

Em outras palavras, permitir que lojas e assistências técnicas menores possam reparar celulares e outros equipamentos. No atual momento, as próprias companhias, como a Apple, querem dominar esse mercado, pois há muito lucro para se tirar daí. Por conta disso, essas empresas querem derrubar essa lei em pelo menos dois dos cinco estados americanos.

A ideia das leis estaduais é que as empresas tenham que deixar público os documentos de reparo – e elas não querem de forma alguma

Não é tão simples assim

De acordo com a Senadora estadual Lydia Brasch, de Nebraska, um titã da indústria entrou em contato com ela e disse que essa lei faria com que o estado se tornasse o “paraíso para mal-intencionados”, algo que criaria muitos hackers. Contudo, a situação é um pouco mais complicada que essa, pois há muitos contrapontos.

Por que as empresas querem esse monopólio? Simples: ele dá muito dinheiro

Nebraska é um estado ruralista e depende principalmente da economia de agricultura. Sabe quantas Apple Stores existem por lá? Apenas uma. Isso significa que se uma pessoa quisesse consertar seu iPhone, tem que enviar, de alguma forma, o aparelho para lá. Apesar dos pesares, isso não é uma situação muito justa, não?

Depender de apenas uma loja no estado inteiro? Demorar para reparar? Algo bem complicado

Pensando além, já que se trata de um estado com foco em agronomia, é inviável que máquinas que cuidam de plantações fiquem quebradas e esperando por uma assistência técnica oficial, pois isso pode custar muitos dias e dar um prejuízo grande aos agricultores. Afinal, além de ser mais barato encontrar uma assistência local, também é mais rápido.

As empresas querem garantir que somente elas prestam serviço e oferecem peças de qualidade, mas isso tira muito a agilidade e encarece o processo

Porém, a Apple contrapõe esses pontos e diz algo que, por mais cruel e baixo que seja, não deixa de ser verdade: o domínio sobre assistências técnicas pela própria empresa garante um serviço e componentes de hardware da mais alta qualidade. Apesar de ser verdade, isso também ocorre porque essas mesmas companhias estão fazendo de tudo para que peças de alta qualidade não cheguem até às mãos dos donos de lojas menores, forçando-os a encontrar esses componentes em outros lugares.