Empreender envolve não só ter boas ideias e aproveitar grandes momentos do mercado, mas também conhecer as pessoas certas. Contatos valiosos podem render oportunidade de ouro e auxílios que podem gerar grandes amizades pessoais e profissionais.

Porém, esses contatos não se fazem sozinhos — é preciso sair do mundo fechado da sua empresa ou startup e comparecer em eventos, ir atrás de programações relacionadas ao seu setor e, uma vez dentro desses ambientes, fazer muito mais do que apenas trocar cartões. A seguir, você confere dicas valiosas da escritora Jacqueline Whitmore e de outras páginas especializadas sobre como criar uma rede poderosa de aliados no mundo dos negócios.

1. Vá de cabeça fria

Chegar ao evento focado só em estabelecer contatos profissionais, falar de oportunidades de negócio e abordar apenas quem você já conhece ou acha que pode render bons frutos não é correto. Haja como se estivesse fazendo um "social", buscando também papos descontraídos e que mostrem um pouco de quem você é. "Pense no que você pode fazer pelos outros em vez de o que eles podem fazer por você", diz Whitmore.

Sorriso aberto e um bom papo são essenciais.

2. "Oi, eu sou o Fulano"

É possível que os outros participantes do evento não conheçam você nem tenham ouvido a respeito de seus serviços. Por isso, coloque o melhor sorriso no rosto e se apresente — nome, função, um resumo rápido do que faz. Não se alongue demais para deixar o papo fluido, mas mostre que você é alguém interessante.

3. Ouvir é essencial

Nesse primeiro papo com um possível associado, ser um bom ouvinte pode ser até mais importante do que falar sem parar e não deixar o seu contato respirar. Mostre interesse pelo assunto, faça perguntas pertinentes. "Isso pode ajudar você a identificar quem pode ser um cliente potencial para seus próprios produtos e serviços", diz Karyn Greenstreet, do Passion for Business.

4. Não confie só na memória

Se o evento for bem-sucedido, você vai receber muitos cartões e falar com muita gente. Informações valiosas podem se perder, então não tente guardar tudo na cabeça. Não tenha vergonha de levar um bloco de notas ou usar um app no celular para, após o papo terminar, anotar rapidamente as principais ideias e não deixar algo importante passar.

Cuidado para não se distrair demais com o celular.

5. Deixe o WhatsApp de lado

Cuidado para não pagar de "chato que não larga o celular" durante as conversas. Para fazer um contato, é essencial dedicar atenção a quem estiver falando com você — ou seja, coloque o celular no bolso por um instante. Além disso, ficar só de olho na tela pode fazer você perder grupos de conversa, ser ignorado e acabar deslocado.

6. Linguagem corporal importa

Mantenha uma pose amigável, simpática, que parece aberta a conhecer pessoas — e cheia de vontade e entusiasmo, claro. Se você já estiver em um grupo, não fiquem em um círculo fechado, que parece não estar aberto a novos integrantes. Deixe espaços para outras pessoas chegarem perto e interagirem.

Eventos podem ser tradicionais ou mais descolados.

7. Ajude alguém

Já está relativamente experiente nessa história de contatos e eventos? Aproxime-se de alguém que pareça deslocado, seja tímido ou não tenha conversado com ninguém. Lá pode estar uma oportunidade de ouro. "Uma vez que você descobriu um pouco sobre a pessoa, convide-a para ir com você para que você possa apresentá-la a outro", explica Whitmore.

8. Você mesmo pode organizar

Não consegue achar eventos no seu setor ou que estejam em sua localidade de atuação? Você mesmo pode criar um evento para estabelecer networking. E não precisa ser algo padrão, cheio de gente engravatada em uma sala de conferências ou salão aberto. Dá para convidar alguém para assistir a uma partida esportiva, ver uma exposição de arte ou até organizar um almoço coletivo.

Cupons de desconto TecMundo: