Se você é daquelas pessoas que praticamente só se comunica através de emojis quando está falando com alguém por um aplicativo de conversa, que gosta de enfeitar ou reforçar suas publicações com os simpáticos desenhos ou mesmo usa uma ou outra carinha de vez em quando para melhorar a comunicação feita apenas por escrito, você deve se perguntar quem foi que inventou tudo aquilo. Por que uma berinjela? Por que um cocozinho? E aquele robozinho bizarro?

Tudo isso vem das cabeças de um grupo de pessoas aparentemente sério que trabalha no Unicode Consortium, uma organização sem fins lucrativos que coordena o desenvolvimento e a promoção do Unicode. E o que é Unicode? É um padrão que permite aos computadores e outros dispositivos eletrônicos representar e manipular texto de qualquer sistema de escrita existente, incluindo os emojis.

Evitando uma Babilônia tecnológica

O consórcio situa-se no Vale do Silício e foi criada em 1991 para padronizar todos os sistemas de escrita dos computadores. Vale lembrar que nessa época, ainda quando os computadores pessoais estavam se popularizando nas residências do mundo, os desenvolvedores adoravam criar plataformas de escrita que nenhum outro dispositivo era capaz de compreender. Para evitar essa verdadeira Babilônia tecnológica, o Unicode Consortium entrou em cena.

As conversas feitas com emoji contribuem para que ele possa ser considerado uma das linguagens que mais crescem no mundo

O passo seguinte rumo à padronização dos emojis foi dado em 2006 pelas empresas que ajudaram a criar o consórcio: Apple, Google e Microsoft. Ao entrarem no mercado japonês para trabalhar com os ideogramas e caracteres orientais, eles se depararam com uma moda crescente no local – o uso dos emoticons, ou emojis –, e assim os pequenos smileys passaram a ser padronizados também.

Tem gente que "vive" os emojis até na vida real!

Hoje, as conversas feitas com emoji contribuem para que ele possa ser considerado uma das linguagens que mais crescem no mundo, o que pode ser visto in loco no Reino Unido após uma pesquisa da BBC.

Novos emojis

Recentemente, tivemos novidades aparecendo entre as figurinhas, como o polêmico dedo do meio e outras coisas, tudo acrescentado na última atualização do sistema. Para que essas novas imagens sejam oficializadas e inseridas na plataforma, elas devem atender a certas exigências do Unicode Consortium, como: existe demanda para essa imagem? Existe uma abertura no mercado? As pessoas realmente vão usá-la? Caso todas as repostas forem positivas, o desenho deve aparecer na atualização seguinte.

Assim que a imagem for aprovada e padronizada pelo consórcio, as empresas interpretam a imagem como preferirem e lançam sua própria versão do smiley. É por isso que temos emojis com design diferente quando os verificamos em dispositivos da Apple, da Google, da Samsung, ou em plataformas separadas como o Twitter, o Firefox, o WhatsApp etc.

Diferentes designs do mesmo emoji em cada uma das plataformas

Para explicar melhor a origem dos emojis, Nathan Bashaw desenvolveu um ebook, que pode ser acessado através desse link (em inglês), contando toda a história de maneira bem didática e, é claro, usando os próprios emojis em uma narrativa bem-humorada.

Qual é o seu emoji favorito? E o que você acha mais estranho? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: