A tradicional metodologia de passar o conteúdo na lousa e copiar para o caderno já não é mais o suficiente, principalmente, para a nova geração conectada. O uso da tecnologia na Educação ainda não abrange todas as escolas, mas trata-se de uma tendência a ser seguida. O Colégio Universo, localizado na Praia Grande (SP), foi um dos primeiros a adotar uma plataforma de ensino Questions to Learn (Q2L), em maio deste ano, como forma de estimular os alunos a aprenderem jogando o inglês e o espanhol continuamente.

Para as pessoas que não conhecem, O Questions to Learn é um novo método de aprendizagem através da tecnologia. Utilizando técnicas de gamification, o Q2L insere o conteúdo no dia a dia do aluno/jogador, sempre respeitando o tempo de aprendizagem e as diferentes formas de assimilação de conteúdo de cada usuário. O aplicativo está disponível para download na Apple Store e Google Play. Também é possível utilizar a versão desktop através do endereço oficial. 

A ideia do projeto é utilizar a plataforma para ajudar os professores no planejamento das aulas com a análise da TDA. Trata-se de ferramenta que fornece relatórios completos do aprendizado do aluno com a plataforma Q2L, como erros, acertos e pontos fortes e fracos de cada turma. Dessa forma, a escola tem acesso a dados individuais e em grupo referentes ao desenvolvimento dos alunos. Com isso, é possível saber quais são os conteúdos que dever ser abordados novamente.

A aplicação no colégio

No Colégio Universo, cerca de 200 alunos, que estão no 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e do 2º do Ensino do Médio, estão utilizando a ferramenta para complementar as aulas de inglês e espanhol. “No início, fiquei meio receosa com o uso da ferramenta, pois achei que os alunos fossem levar um pouco na brincadeira. Mas eles responderam muito bem, foram além do que eu imaginei. Com o uso da Q2L passaram a perguntar bastante e exploraram mais a gramática e o vocabulário. Tem sido muito bacana”, afirma a professora de inglês, Márcia de O. Fogli.

Por usar gamification, a Q2L também estimula a competitividade saudável entre as turmas, que vão acumulando pontos de acordo com seus resultados. Em agosto está prevista a premiação que nomeará os alunos do Colégio Universo que obtiveram melhores resultados na plataforma. Estes levarão tablets para casa. A Q2L pode ser acessada no desktop ou em smartphones e tablets a partir do download gratuito do aplicativo. São quatro níveis de aprendizado em inglês: Básico, Vocabulário I, Vocabulário Business e Copa. Em espanhol tem: Básico, Intermediário, Vocabulário I e Copa. Este último é dedicado a palavras e expressões que são úteis no período dos grandes eventos esportivos no Brasil.

Segundo a professora de espanhol, Sylvia Ferrer, a plataforma Q2L pode ser um bom recurso para complementar o ensino “sou professora há mais de 30 anos e é a primeira vez que vejo esse tipo de aplicativo. Acredito que o seu uso tende a enriquecer o aprendizado do aluno, já que permite que ele se lembre dos conteúdos visto em sala de aula e até mesmo tenha contato com coisas que ainda não viu”.

Aplicativo não substitui o professor

Embora a ferramenta colabore para o estímulo dos alunos em buscar conhecimento, ela é uma aliada que requer trabalho conjunto com o corpo docente da Instituição de ensino. Por isso, os professores são essenciais para que o seu uso obtenha bons resultado. A professora Márcia acredita que ferramentas como essa são aliadas ao ensino. “A tecnologia veio para ajudar, para complementar a Educação. Se a gente juntar ferramentas como essa nas nossas aulas, tudo fica muito mais rápido, muito mais dinâmico”.

A adoção da Q2L não se restringe a escolas. Ela também pode ser usada por pessoas físicas e até mesmo em treinamentos corporativos. Algumas organizações têm adotado o Q2L no formato quizz, para ser utilizado em ações de marketing.

Cupons de desconto TecMundo: