Samsung Galaxy Z Fold 3 pode não ter suporte para gravação em 8K

1 min de leitura
Imagem de: Samsung Galaxy Z Fold 3 pode não ter suporte para gravação em 8K
Imagem: Samsung
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Aguardado com ansiedade pelos amantes de tecnologia, o Samsung Galaxy Z Fold 3 deve chegar nesta semana (11) no evento Galaxy Unpacked. Porém, antes que o dispositivo seja oficialmente lançado, uma revelação feita via Twitter por um especialista em vazamentos traz um detalhe frustrante para alguns fãs: o novo dobrável da Samsung não suporta gravação de vídeos em 8K.

Embora o recurso esteja presente na série Galaxy S21, parece que a gravação em 8K, pelo risco de superaquecimento, ainda é uma funcionalidade que depende de alguns ajustes, mesmo com o hardware mais atualizado.

O tuíte publicado por Roland Quandt no sábado (7) é sucinto: “o Fold 3 carrega a 25W. E tem resolução máxima de gravação de vídeo de 4K. Reprodução de 8K, sem gravação”. Embora possa ser uma opção mais segura para os usuários, ela soa esquisita porque o Galaxy Z Fold 3 suporta os mesmos processadores Snapdragon 888 ou Exynos 2100 da série S21.

Por que o Z Fold 3 não grava em 8K?

Embora a gravação de vídeos em 8K esteja incorporada normalmente aos modelos Galaxy S21, ela foi limitada a cinco minutos na família anterior para evitar problemas de aquecimento. Mesmo no atual flagship, não é incomum que rótulos de advertência apareçam, informando que você deve reduzir suas gravações na resolução de ultra-alta definição (UHD).

Considerando que a estrutura do Galaxy Z Fold 3 não é tão resistente quanto a dos smartphones tradicionais, é possível que a Samsung tenha removido o recurso desse modelo para aumentar seu tempo de vida.

Seja como for, há boatos de que a Samsung já trabalha atualmente em um aprimoramento de gravação de vídeo em 8K 60 FPS para a futura linha do Galaxy S22, que chega no ano que vem. Um grande obstáculo que tem surgido nos testes é justamente o superaquecimento, uma consequência já esperada, visto que o 8K demanda uma quantidade maior de largura de banda.