Xiaomi Pocophone F1, Mi 8, Mi Mix 3: ainda valem a pena na Black Friday?

3 min de leitura
Imagem de: Xiaomi Pocophone F1, Mi 8, Mi Mix 3: ainda valem a pena na Black Friday?
Avatar do autor

A Black Friday está chegando, e com ela diversas promoções prometendo corte nos preços, tornando o período ideal para comprar um novo smartphone. Existem alguns modelos da Xiaomi que já estão há algum tempo no mercado, mas será agora é o momento certo para comprá-los?

Xiaomi Pocophone F1

Xiaomi Pocophone F1 foi um dos primeiros modelos da empresa chinesa a realmente chamarem atenção por seu baixo preço e boas especificações. Lançado em agosto de 2018 na Ásia e chegando oficialmente ao Brasil no início de 2019, o smartphone impressiona pelo desempenho digno de flagships da Samsung, mas com um valor bem mais acessível.

O aparelho tem processador Snapdragon 845, 6 GB de memória RAM e 128 GB de espaço de armazenamento. Comparando com um aparelho com praticamente as mesmas especificações, o Pocophone F1 tem o mesmo desempenho do Samsung Galaxy S9 Plus.

(Fonte: Xiaomi/Divulgação)

O smartphone tem bateria de 4.000 mAh, o que garante, de acordo com a Xiaomi, até 30 horas de chamadas ou 146 horas reprodução de áudio com apenas 1 carga. Traz um sistema de câmera dupla, capaz de entregar fotos com ótima qualidade, além de gravar vídeos em até 4K a 30 frames por segundo.

O Pocophone F1 tem tela relativamente comum para os modelos de seu estilo, com 6,18 polegadas e resolução Full HD+, mas com painel de IPS LCD em vez dos comumente usados AMOLED. Quando importado, o modelo podia ser encontrado por R$ 1.659, mas com o retorno oficial da Xiaomi ao País, o aparelho passou a ser vendido, no início de 2019, por R$ 2.999. Hoje, é possível encontrá-lo em diversas lojas virtuais por R$ 1.740.

Mi 8

O Xiaomi Mi 8 foi lançado em junho de 2018 com hardware similar ao do Pocophone F1. Ele conta com especificações que variam entre 6 GB e 8 GB de memória RAM, equipado com o processador Snapdragon 845.

Além disso, tem espaço de armazenamento que, dependendo do modelo, pode ser de 64 GB, 128 GB ou 256 GB. O smartphone tem câmera com 2 lentes, ambas de 12 MP, além de uma frontal com 20 MP.

(Fonte: Xiaomi/Divulgação)

O aparelho, lançado ainda com Android 8.1, já teve atualização para o Android Pie e deverá receber o update para o Android 10 em breve. Com um design interessante, tela de 6,21 polegadas com notch, leitor de digitais e de íris por infravermelho, o Mi 8 é uma boa pedida para aqueles que ainda não estão tão propensos a investir pesado em um flagship.

O Mi 8 foi lançado custando aproximadamente R$ 2.000 e hoje pode ser encontrado por um valor próximo, em média R$ 1.960.

Mi Mix 3

Apesar de ter praticamente as mesmas especificações dos outros dois aparelhos, o Xiaomi Mi Mix 3 traz algumas diferenças bastante interessantes. Com o mesmo processador, RAM e espaço de armazenamento, o que chama atenção nele são seu design e suas câmeras.

(Fonte: Xiaomi/Divulgação)

O desenho do Mi Mix 3 abandona o notch, tendo maior aproveitamento da tela de 6,4 polegadas. É possível notar que não existe espaço para a câmera frontal, que aparece em um slider ativado quando o aplicativo da câmera é aberto.

A câmera tem 24 MP, assim como uma lente de 2 MP com sensor de proximidade. A câmera traseira é praticamente a mesma do Mi 8, com sistema duplo de 12 MP.

A bateria do Mi Mix 3 não é das melhores (saiba mais no nosso review completo do aparelho), mas em desempenho ele consegue se mostrar tão bom quanto os outros modelos. O problema está no preço, já que normalmente é encontrado por R$ 2.429. Considerando os outros smartphones citados, ainda é um pouco caro, mas pode ficar mais barato com as promoções de fim de ano.

Levando em consideração que os três modelos da Xiaomi, apesar de não serem mais vistos como flagships, ainda apresentam ótimo custo-benefício quando vemos suas especificações, o Mi Mix 3 fica um pouco para trás por causa do valor elevado e por ter como real diferencial a tela, mas dependendo do que você espera de um novo smartphone pode ser uma boa pedida.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Xiaomi Pocophone F1, Mi 8, Mi Mix 3: ainda valem a pena na Black Friday?