Samsung Galaxy S9, S9+ e Note 9: ainda valem a pena para a Black Friday?

4 min de leitura
Imagem de: Samsung Galaxy S9, S9+ e Note 9: ainda valem a pena para a Black Friday?
Avatar do autor

Black Friday está chegando, e aquela vontade de comprar um novo smartphone ou tablet mais barato fica mais forte, mas é importante saber se vale mesmo gastar seu dinheiro. Modelos como Samsung Galaxy S9S9+Note 9 podem aparecer em promoção — mas será que eles realmente são bons negócios nessa época? Confira abaixo para tentar decidir.

Galaxy S9

O Galaxy S9 chegou ao mercado em março de 2018, sendo o flagship principal da Samsung e destaque em reviews, como o nosso aqui no TecMundo. Obviamente, ele começou a ser vendido por um preço alto, R$ 4.299, mas hoje é possível encontrá-lo por valores próximos a R$ 1.950 — mais de 50% de diferença em pouco mais de 1 ano e meio nas lojas.

(Fonte: Samsung/Divulgação)

Isso se deve à chegada do Samsung Galaxy S10, mas o S9 não pode ser considerado um smartphone pior por causa disso.

Quanto ao design, o S9 conta tem tela de 5,8 polegadas em um formato mais alongado 18:9, além de contar com um design bastante elegante. Ao contrário do S10, nele a câmera segue na barra superior, mas isso não prejudica sua imagem.

As câmeras do S9 também são de excelente qualidade, com câmera frontal de 8 megapixels e abertura de f/1.7, enquanto a traseira traz um sensor de 12 megapixels com abertura variável, de f/1.5 e f/2.4.

(Fonte: Samsung/Divulgação)

Na questão de desempenho, ele conta com o processador Snapdragon 845, com 8 núcleos e velocidade de até 2,8 GHz, além de 4 GB de memória RAM. É importante comentar que ele fica atrás apenas do processador Snapdragon 855, presente no S10 — o que significa que o S9 ainda é um dos celulares mais potentes do mercado.

Sendo assim, Galaxy S10 traz algumas diferenças sensíveis em relação ao S9, como câmera melhorada, display maior e desempenho aprimorado, mas o modelo anterior ainda é uma ótima opção, principalmente dentro da faixa de valor atual: R$ 1.950.

Galaxy S9 Plus

Quando chegou às lojas brasileiras, o Galaxy S9 Plus saiu por um valor de R$ 4.899, se tornando o smartphone premium da Samsung em 2018. Ele traz alguns elementos bastante similares aos de seu modelo-base (o S9), mas apresenta algumas diferenças sensíveis.

A primeira é a tela de 6,2 polegadas, em um formato mais alongado e ótima resolução Quad HD+ (2.960x1.440). Embora a câmera frontal seja a mesma do S9 normal, o S9 Plus traz uma câmera dupla na parte traseira, com um sensor extra de 12 megapixels e abertura f/2.4, que garantem ótimos resultados para suas fotos.

(Fonte: Samsung/Divulgação)

Assim como o S9, ele traz um processador Snapdragon 845, mas vem com mais memória RAM, equipado com 6 GB. Se o S9 padrão ainda parece uma ótima pedida considerando o que oferece e o preço pelo qual é vendido atualmente, o mesmo pode ser dito do S9 Plus.

Apesar de ser inferior ao S10 padrão, ele ainda é um excelente aparelho flagship, podendo ser encontrado por valores a partir de R$ 2.199 — que representa uma redução de 55% em relação ao seu preço de lançamento.

Galaxy Note 9

O Galaxy Note 9 surpreendeu bastante gente no seu lançamento, mas a chegada do Galaxy Note 10 fez com que muitos deixassem o smartphone de lado — algo que, pensando no seu custo-benefício, talvez não tenha sido uma boa ideia.

O Note 9 tem uma tela levemente maior que a do seu sucessor, de 6,4 polegadas, com laterais curvas e resolução Quad HD+. Ele traz uma câmera traseira com dois sensores de 12 megapixels, sendo de lente angular e abertura variável de f/1.5 a 2.4, e uma lente teleobjetiva. Na frente, a câmera é de 8 MP, similar à usada nos S9 e S9 Plus.

A semelhança com o S9 Plus não para aí, já que o Note 9 também vem equipado com o Snapdragon 845, com opções de 6 GB e 8 GB de memória RAM.

Um dos destaques do Note 9 é a sua bateria de 4.000 mAh, que garante quase 24h de autonomia — algo excelente para os dias de hoje, com vários aplicativos de rede sociais e jogos drenando a energia dos aparelhos.

(Fonte: Samsung/Divulgação)

Outro elemento de destaque do Galaxy Note 9 é a S Pen, a caneta eletrônica que acompanha o aparelho da Samsung. Além de servir para escrever e desenhar na tela dele, ela tem conectividade Bluetooth, o que permite tirar fotos e mudar de música através de um botão presente nela.

No geral, apesar de ter hardware considerado inferior em relação ao dos atuais flagships da empresa, o Note 9, assim como o S9 e S9 Plus, é um excelente aparelho, capaz de rodar praticamente tudo disponível no Android hoje em dia. Também é válido lembrar que os três aparelhos receberão atualização para o Android 10.

O Note 9 foi lançado pelo assustador valor de R$ 5.499, com o modelo com mais RAM e espaço de armazenamento (512 GB) custando R$ 6.499. Atualmente, ele pode ser encontrado em lojas virtuais por R$ 2.659, uma queda de mais de 50%.

Os três aparelhos comentados são excelentes opções, principalmente por estarem disponíveis por preços mais acessíveis do que na época de seu lançamento.

É importante ficar atento às promoções da Black Friday, verificando se eles realmente vão ficar ainda mais em conta ou se teremos mais casos da famigerada “black fraude”.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Samsung Galaxy S9, S9+ e Note 9: ainda valem a pena para a Black Friday?