Mi 6 é o smartphone mais avançado que a Xiaomi lançou até agora, chegando com especificações de ponta e um preço excelente para encarar a concorrência no mercado dos top de linha. Se você veio até aqui, então é porque está querendo saber mais sobre o smartphone para ver se ele realmente chama atenção entre os rivais atuais.

Agora que já fizemos um review completo do celular – que você pode conferir clicando aqui – , podemos apontar quais elementos do dispositivo se destacam positiva e negativamente. Quer saber quais são os principais pontos fracos e fortes do Mi 6? Então continue lendo.

Selecione outro aparelho e compare
Versão do Sistema OperacionalAndroid 7.1.1 Nougat
Tipo de TelaIPS LCD com 16 milhões de cores
Tamanho de Tela5,15 polegadas
Resolução de Tela1080 x 1920 pixels
ChipsetQualcomm MSM8998 Snapdragon 835
Memória RAM6 GB de RAM
Armazenamento Interno64/128 GB
Cartão de MemóriaNão
Câmera TraseiraDual 12 MP 27mm, abertura f/1.8, OIS 4-axis & 52mm, abertura f/2.6), 2x zoom ótico, detecção da face, autofoco
Capacidade de Bateria3350 mAh
comparar mais produtos →

Contra 1: câmeras piores do que o esperado

O Mi 6 vem com um sistema de câmeras duplas na traseira, e a Xiaomi prometeu que o aparelho faria fotos excelentes. Essa promessa realmente foi cumprida pela empresa, mas só se você estiver em condições perfeitas de iluminação ou souber mexer muito bem com o modo manual.

Por mais que as fotos tiradas sob a luz do sol realmente saiam muito boas, ambientes à meia-luz ou cenas noturnas acabam ficando bem ruinzinhas no modo automático. E a história se repete na hora da selfies, com fotos boas de dia e péssimas de noite. Não dá para negar que as câmeras do Mi 6 são uma evolução em comparação com outros aparelhos da Xiaomi, mas elas tão longe de conseguir encarar rivais como Galaxy S8Xperia XZ Premium e OnePlus 5, entre outros.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Contra 2: sem entrada para fone de ouvido

A Xiaomi resolveu seguir o caminho da Apple e da Motorola e eliminou a entrada de fone de ouvido do Mi 6. No lugar disso, o aparelho vem na caixa com um daqueles acessórios que convertem a entrada USB Type-C em um conector P2 para fones. O problema é que além de ser fácil perder esse tipo de adaptador ou esquecer ele por aí, isso impossibilita a utilização de um headphone comum durante a recarga do celular. Ou seja, se você não tem um fone bluetooth e não pretende comprar um, então a falta do plug pode ser um problema.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Contra 3: não é à prova-d’água

Mesmo abrindo mão do conector de fone de ouvido, o Mi 6 não é à prova-d’água. O smartphone consegue sim resistir a respingos, mas não possui a certificação necessária para sobreviver a mergulhos sem apresentar danos no curto ou longo prazo. Como muitos rivais no mercado de tops de linha têm essa capacidade, essa é uma desvantagem do Xiaomi.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Contra 4: sem assistência técnica autorizada

Se você resolver encarar os longos tempos de importação, ainda vai ter que lidar com o fato de que o Mi 6 não conta com assistência técnica especializada aqui no Brasil. Como a Xiaomi não atua mais por aqui, você vai ter que se virar se o aparelho tiver algum problema. Lojas como a GearBest aceitam a devolução do dispositivo se ele vier com defeito, mas você vai ter que ficar esperto para não perder o prazo.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Contra 5: risco da Shop ROM

Importar um smartphone da Xiaomi significa correr também o risco de ter que lidar com uma versão não oficial do sistema operacional. Conhecida como Shop ROM, essa variante da MIUI é baseada no software original chinês e pode causar um monte de problemas diferentes no celular, desde erros de tradução até defeitos mais graves.

Como você não vai poder contar com uma assistência técnica oficial, se o seu Mi 6 vier com esse tipo de problema, você vai acabar tendo que resolver isso por conta própria. Para ajudar, nós fizemos um tutorial ensinando a identificar e substituir a Shop ROM, então é só clicar aqui se você estiver precisando.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Pró 1: poder de fogo de sobra

O Xiaomi Mi 6 vem com o processador mais poderoso que a Qualcomm oferece atualmente, o Snapdragon 835. Além disso, o smartphone também tem nada menos do que 6 GB de memória RAM. A combinação é mais do que o suficiente para dar poder de fogo de sobra para o celular conseguir rodar todo e qualquer aplicativo com muita velocidade e sem o menor sufoco, mesmo se incluirmos aqui os games mais pesados.

O smartphone tem versões com 64 ou 128 GB de armazenamento, o que dá bastante espaço para você usar. Mas é bom escolher bem qual variante você prefere, porque o Mi 6 não tem entrada para cartões micro SD.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Pró 2: design caprichado

A Xiaomi preparou o Mi 6 com duas variantes diferentes no quesito design. Por mais que as linhas do aparelho sejam bem parecidas, os materiais utilizados mudam bastante. A variante que recebemos aqui para testar foi a preta, com corpo de vidro e laterais em aço. Nesse material, o dispositivo também está disponível em branco e azul – e nessa última cor ele parece ficar ainda mais bonito.

Além do modelo de vidro, o Mi 6 também tem uma opção mais luxuosa, com o corpo feito de cerâmica preta polida e detalhes feitos de ouro legítimo 18 quilates. O resultado dessa combinação é bem parecido com o que vimos no Xiaomi Mi Mix, que é um aparelho muito bonito.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Pró 3: protegido direto da caixa

Se você ficou preocupado com os corpos de vidro ou de cerâmica, saiba que a Xiaomi se antecipou para não deixar o smartphone completamente exposto ao risco de danos em caso de quedas. A fabricante incluiu uma capinha para o Mi 6 dentro da caixa. O acessório tira um pouquinho o impacto visual do dispositivo, mas com certeza ajuda a mantê-lo mais protegido.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Pró 4: alto-falantes estéreo

Enquanto a maioria do smartphones chineses sofrem com o estigma de terem sistemas de som péssimos, o Mi 6 resolveu parte do problema incluindo um speaker frontal, que se soma a outro na parte de baixo para oferecer áudio estéreo. A qualidade sonora é boa e só há um pouco de distorção nos volumes mais fortes – e você pode ver vídeos tranquilamente no modo paisagem sem abafar o som com a mão.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

Pró 5: preço ótimo

Um dos pontos em que o Mi 6 realmente se destaca dos outros top de linha é o preço. Sem contar as promoções que rolam praticamente o tempo todo na GearBest, dá para encontrar a versão de vidro com 64 GB de armazenamento por lá com o preço de US$ 540, enquanto a variante também de vidro, mas com 128 GB de espaço interno sai por US$ 720. Já o modelo de luxo, feito em cerâmica e com 128 giga, custa US$ 813 sem descontos.

Se convertermos esses valores para a nossa moeda e adicionar os 60% de impostos, que é o máximo que pode ser cobrado, essas três versões chegam respectivamente pelos preços máximos de R$ 2.708, R$ 3.613 e R$ 4.078. No entanto, se considerarmos que o mais comum é a taxa de alfândega ficar perto de R$ 200, os valores que você pagaria por esses aparelhos seriam mais próximos a R$ 1.893, R$ 2.458 e R$ 2.749 – o que já é bem melhor do que a concorrência. E isso sem contar com as promoções, que fazem os celulares ficarem mais baratos ainda.

Prós e Contras do Xiaomi Mi 6

-----

Mas e aí, o que você achou dos prós e contras do Xiaomi Mi 6? Manda a sua opinião nos comentários abaixo e, se tiver afim dele, dá uma olhada nos links a seguir para encontrar alguns descontos legais.

Opções de compra

Xiaomi Mi 6

Galaxy S8

Xperia XZ Premium

OnePlus5

Cupons de desconto TecMundo: