O Moto E4 Plus é um smartphone que a Motorola lançou para ocupar um espaço entre os dispositivos mais básicos e os seus intermediários principais. Com isso em mente, ele tem que encarar uma competição intensa pelo mercado mais disputado aqui no Brasil, que é o dos aparelhos que custam de R$ 1 mil para baixo.

Um dos rivais do E4 Plus nessa área é o Galaxy J5 Prime da Samsung, que nós analisamos há pouco tempo aqui no TecMundo. O celular da empresa coreana não se deu muito bem no nosso comparativo com o Moto G5, mas será que ele consegue sair por cima na disputa contra o E4 Plus? Continue lendo para descobrir.

Versão do Sistema OperacionalAndroid 7.1.1 NougatAndroid 6.0.1 Marshmallow (atualizável para Android 7 Nougat)
Tipo de TelaIPS LCD com 16 milhões de coresPLS TFT com 16 milhões de cores
Tamanho de Tela5,5 polegadas5 polegadas
Resolução de TelaHD (720 x 1280 pixels)HD (720 x 1280 pixels)
ChipsetMediatek MT6737Samsung Exynos 7570 Quad
Memória RAM2 GB2 GB
Armazenamento Interno16 GB32 GB
Cartão de MemóriamicroSD de até 128 GBmicroSD de até 256 GB
Câmera Traseira13 MP (f/2.0, 1.12µm)13 MP (f/1.9, 28mm)
Capacidade de Bateria5000 mAh2400 mAh

Design: ligeira vantagem para o J5 Prime

No quesito design, o fato de o Moto E4 Plus seguir um estilo muito parecido com o do Moto G5 faz com que ele repita os mesmos pontos do irmão mais caro. Por mais que os dois aparelhos tentem ter um estilo elegante, com uso de metal e vidro, o dispositivo da Motorola perde pontos por usar plástico em alguns detalhes. Enquanto isso, o Samsung tem um corpo inteiro em alumínio.

O J5 Prime segue as linhas de design tradicionais da empresa coreana e aposta em um estilo mais minimalista. O Moto E4 Plus, por sua vez, tenta imitar o visual dos top de linha da Motorola sem muito sucesso, o que pode incomodar algumas pessoas. Os dois dispositivos são confortáveis de segurar e passam uma sensação de qualidade, mas o Motorola é mais pesado e sofreu pequenos danos em quedas leves, coisa que pode acontecer no rival – não foi o caso durante os nossos testes.

Galaxy J5 Prime e Moto E4 Plus

Tela: praticamente empatados

Os dois celulares vêm com painéis LCD com resolução HD, mas enquanto o J5 Prime tem 5 polegadas no total, o E4 Plus conta com 5,5 polegadas. Isso significa que a densidade de pixels é maior no aparelho da Samsung, o que teoricamente permite que ele consiga mostrar mais detalhes nas imagens.

Os dois smartphones contam com brilho forte o suficiente para você conseguir utilizá-los mesmo sob sol forte. Além disso, ambos têm um bom nível de reprodução de cores, na medida do possível para a tecnologia IPS LCD. Na prática, a diferença entre as telas deles é bem pouca, então o celular da Motorola só ganha vantagem para quem prefere uma tela com tamanho maior.

Galaxy J5 Prime e Moto E4 Plus

Desempenho: defeitos em áreas distintas

Tanto o Moto E4 Plus quanto o Galaxy J5 Prime pecam bastante no quesito desempenho, mas cada um deles se dá pior em áreas diferentes. O aparelho da Motorola passa uma sensação de lentidão durante o uso comum – ele não chega a travar, mas engasga com frequência durante o uso de mensageiros e redes sociais. Na hora dos jogos, o celular da Motorola surpreende e consegue rodar bem até títulos relativamente exigentes, pecando só em Injustice 2 nos nossos testes.

Já o celular da Samsung se sai melhor no uso cotidiano, engasgando menos com mensageiros e só apresentando queda na velocidade ocasionalmente no Facebook – ao menos entre os apps “comuns”. É nos games que o J5 Prime realmente se dá mal, mostrando quedas de desempenho mesmo nos títulos mais básicos.

Moto E4 Plus e Galaxy J5 Prime

Outro ponto que vale mencionar é que o J5 Prime tem 32 GB de armazenamento expansível, enquanto o E4 Plus só vem com 16 GB. Os dois aparelhos são voltados mais para um público casual, que provavelmente não vai dar muita importância para jogos e quer mesmo um celular que funcione para o básico. Com isso em mente, o Galaxy ganha vantagem aqui.

Interface: empate de experiências ruins

O Moto E4 Plus vem com o Android Nougat instalado de fábrica já na versão 7.1, que é a mesma que apareceu pela primeira vez no Google Pixel. Além disso, ele tem o mesmo leitor de digitais multifuncional que apareceu nos intermediários mais caros da Motorola, permitindo tirar da tela os botões de navegação do Android e executar as funções deles com gestos no sensor.

Já o Galaxy J5 Prime vem com o Android Marshmallow na forma da interface mais antiga da TouchWiz da Samsung, que é famosa por ser pesada e cheia de pequenos problemas. Por mais que a interface propriamente dita seja bem mais interessante no E4 Plus, o hardware fraco do aparelho faz com que a utilização dela fique tão desagradável quanto a da TouchWiz antiga que vem no rival. Ou seja, o resultado acaba sendo um empate de experiências ruins.

Moto E4 Plus e Galaxy J5 Prime

Câmeras: toma lá, dá cá

No quesito câmeras, as especificações são bem parecidas entre o celular da Samsung e o E4 Plus. Durante o dia, os dois conseguem produzir imagens de qualidade, com muitos detalhes e boa definição, mas cores suaves acabam ficando um pouco mais esbranquiçadas no Galaxy. A câmera traseira do J5 Prime tem uma abertura um pouco maior, o que ajuda a deixar as imagens noturnas do Samsung realmente melhores – elas não saem realmente boas, mas com certeza superam as do rival.

Na hora das selfies, os dois têm bons resultados em ambientes bem iluminados, mas o J5 Prime faz um trabalho melhor sob luz solar. A coisa muda de figura em ambientes internos e no escuro, situações em que o E4 Plus misteriosamente consegue fazer um trabalho melhor mesmo com uma lente com abertura bem menor – e isso com ou sem o uso do flash. Mesmo assim, nenhum dos dois faz fotos magníficas no escuro.

Fotos tiradas com o Moto E4 Plus:

Fotos tiradas com o Galaxy J5 Prime:

Bateria: show do E4 Plus

Se o Moto G5 já tinha uma ligeira vantagem sobre o J5 Prime no quesito bateria, o E4 Plus deixa o Samsung comendo poeira – e com gosto. Nos nossos testes de stress, com um vídeo rodando no YouTube por uma hora com o brilho da tela no máximo, o Galaxy consumiu energia o suficiente para ficar sem força depois de 7 horas e 41 minutos. Já o Motorola conseguiu chegar a 16 horas e 40 minutos nas mesmas condições.

No uso cotidiano, isso significa que o celular da J5 Prime até consegue passar um dia inteiro de uso moderado fora da tomada, mas o E4 Plus chega com facilidade aos dois dias sem precisar de recarga. O lado ruim é ter que esperar 3 horas para recarregar a bateria do Moto de zero até 100%, mas como o Galaxy leva 2 horas e meia para fazer a mesma coisa – mesmo com uma bateria bem pior –, então o Motorola continua na frente.

Moto E4 Plus e Galaxy J5 Prime

Preço: existe opção melhor

O Moto E4 Plus foi lançado aqui no Brasil por R$ 949, mas desde então a Motorola já reduziu o valor dele para R$ 899. Enquanto isso, o Galaxy J5 Prime continua sendo vendido oficialmente pela Samsung por R$ 999. Os dois celulares entregam pacotes parecidos, mas o fato de o Moto vir com uma bateria extremamente melhor e custar R$ 100 a menos torna ele a melhor opção entre os dois.

Mesmo assim, se você estava cogitando pagar R$ 999 pelo Galaxy J5 Prime, a melhor ideia seria não economizar os R$ 100 comprando o E4 Plus. Gastando os mesmos R$ 999 do Samsung, você pode levar um Moto G5 para casa, que tem um desempenho bem melhor.

Moto E4 Plus e Galaxy J5 Prime

-----

E você, o que achou dos smartphones? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo e, se estiver interessado por um deles, confira os links com descontos que separamos a seguir.

Opções de compra

Cupons de desconto TecMundo: