Há tempos que os video games deixaram ser uma mera brincadeira de criança para se tornar a maior indústria do entretenimento da atualidade, deixando para trás a música e o cinema. Além de movimentar bilhões de dólares por ano, o setor também criou uma cultura própria, com direito a vocabulário de termos técnicos e nomes populares dedicado a ela.

O Tecmundo preparou este dicionário que pode ajudar você a sanar suas dúvidas sobre os termos mais utilizados neste meio. Considerando que o volume de informações é absurdamente grande, as explicações se limitam a uma breve descrição sobre cada nome, o suficiente apenas para você saber do que se trata na próxima vez que alguém o usar. Confira!

Utilize o glossário abaixo para obter informações sobre o termo desejado:

AAAAction RPGAdventure Alpha Version Arcade
Atari Atari 2600BetaBlu-RayBravia Sync
BuildBundleCheater (Xiter)Co-opDashboard
DeveloperDLCDreamcastDual ShockDungeon
DVDEngineESRBEULAExploit
Eye ToyFamiconFat First PartyForce Feedback
FPSFriend CodeGame BoyGame Boy Advance(GBA) Game Boy Color
Game Cube (NGC)Game LinkGDC / E3 / GC / TGS / CESGlitchGold (Has gone gold)
GOTYGuildHypeIGA – In Game AdvertisingIndie
IPISPJoyPadJoystickKinect
LagMega DriveMemory CardMicrosoftMMO
MMORPGModem NAMotion Controller
Multiplayer 
N64NES NGPNintendo Nintendo 3DS
Nintendo DSNintendo DS LiteNintendo DSiNintendo DSi XLNintendo Wii
NoobNPCOriginPingPlatformer
PlayStationPlayStation 2PlayStation 3PlayStation MovePlayStation Network
PlayStation OnePlayStation PortablePlayStation StorePrequelPSX
PublisherPuzzleRedeem CodeRemakeRetail
RPG RTSRumble PackRusharSCE
SDKSecond PartySEGASEGA GenesisSequel
Shoot-em-upSide scroolingSixaxisSlimSony
Steam Super NintendoTecToyThird PartyThird Person Shooter
UparVaporwareWii MoteWii NunchuckXBMC
XBOXXBOX 360XBOX LiveXMBZeebo
     

AAA (títulos AAA): termo popular que conota os games com alto valor investido na produção e publicidade. Geralmente é atribuído a sequências de franquias populares, como Call of Duty, Zelda e Halo.

Topo

Action RPG: gênero em que as características de um RPG tradicional (atributos de personagem, inventário, exploração) são implementadas em um game de ação rápida. Diferencia-se de um RPG “puro” por não ser baseado em turnos. Exemplo: Diablo, Neverwinter Nights.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/NINTENDO)

Adventure: gênero de jogo caracterizado por uma trama geralmente linear e jogabilidade orientada a superação de obstáculos no cenário, além do fato de ser dividido por fases (ou níveis). Exemplos: Mario, Sonic, Crash Bandicoot e Donkey Kong.

Topo

Advergame: estratégia de marketing que faz o uso de games como veículo de divulgação de uma determinada marca. É mais utilizada em jogos simples que são acessados em sites e rodam diretamente do navegador.

Topo

Alpha Version: versões de testes preliminares de games e outros softwares. Diferente das versões Beta, “Alpha Releases” têm apenas os requisitos mínimos para que possa ser executado, com a sua funcionalidade principal ainda incompleta.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Craig´s Arcade)

Arcade: console de video game montado em um gabinete grande que inclui o monitor e sistema de som, quase sempre, mantidos em estabelecimentos comerciais. O termo também é usado para definir jogos de consoles domésticos que tem a jogabilidade igualmente curta e rápida.

Topo

Atari: primeira empresa de video games a comercializar consoles de consoles caseiros, em um tempo em que só existiam as máquinas de arcade (fliperama). Deixou de produzir consoles em 1984, depois do “Video Game Crash” de 1983.

Topo

Atari 2600: console produzido pela Atari Corporation lançado em 1977. É conhecido como o primeiro a usar o conceito de jogos carregados em cartuchos, permitindo que a mesma máquina possa rodar vários títulos diferentes, além de conceituar o primeiro controle de propósito genérico: o joystick.

Topo

Beta: nome dado à versão de pré-lançamento de um jogo ou qualquer outro software. Muitas empresas permitem que o público tenha acesso a versões Beta, dando aos usuários a oportunidade de testar e opinar sobre o produto não finalizado.

Topo

Blu-ray: mídia de armazenamento de dados em disco ótico. É considerado o sucessor do CD e do DVD, com até 50 GB de espaço. É usado como mídia primária para os jogos do PlayStation 3.

Topo

Bravia Sync: tecnologia usada pela Sony que permite a interoperabilidade entre vários dispositivos diferentes. O recurso está presente na versão Slim do PlayStation 3, permitindo que o controle remoto de uma TV Bravia possa interagir com as funcionalidades multimídia do console. Requer conexão HDMI para funcionar.

Topo

Build: conota o versionamento das funcionalidades de um game (ou qualquer outro software) à medida que ele é produzido. Usado frequentemente como um sinônimo de “versão”.

Topo

Bundle: nome dado à prática de comércio que procura incluir itens de brinde juntamente com o produto principal, aumentando a atratividade. Muito usado em consoles de video games, que incluem um ou mais jogos na mesma caixa do hardware.

Topo

Cheater (Xiter): jogador que utiliza algum tipo de artifício para obter vantagem durante um game, por meio de códigos de trapaça (“cheat codes”) ou utilizando softwares externos.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/CAPCOM)

Co-op: característica de games para vários jogadores (multiplayer) em que os participantes precisam cooperar entre si para poder avançar no jogo. Geralmente, os adversários são personagens controlados por computador em vez de outros jogadores humanos.

Topo

Dashboard: nome dado ao sistema de menus no sistema operacional do Xbox 360.

Topo

Developer: desenvolvedores de software especializados na produção de jogos eletrônicos. São responsáveis pelo processo de concepção, codificação, design e teste dos games. Geralmente, são afiliados a uma distribuidora ou ao próprio fabricante dos consoles. Ex: Infinity Ward, com a franquia Call of Duty, e RareWare, com a franquia Donkey Kong que pertence à Nintendo.

Topo

DLC: acrônimo de “downloadable content” (“conteúdo para download”). Conteúdo adicional para jogos vendidos e distribuídos pela internet.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/SEGA)

Dreamcast: console de sexta geração lançado pela Sega em 1998. Foi o sucessor do Sega Saturn. Não teve o sucesso de vendas esperado e acabou descontinuado em 2006.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Dual Shock: nome dado aos controles do PlayStation, PlayStation 2 e PlayStation 3. Lançado como uma versão melhorada do controle original no PlayStation em 1999, adicionando a ele as funcionalidades de vibração e os dois direcionais analógicos.

Topo

Dungeon: locais isolados do ambiente principal em um game que podem ser explorados pelo jogador. Frequentemente, dungeons oferecem mais perigos do que a área principal e escondem recompensas mais valiosas. O termo vem dos “calabouços” dos jogos de RPG.

Topo

DVD: acrônimo de “Digital Versatile Disc” (Disco Versátil Digital). Disco de armazenamento digital em mídia ótica com 4,7 GB de espaço na versão de uma camada e 8,5 GB na de duas camadas (dual-layer). É o formato principal para os jogos do Xbox, Xbox 360 e PlayStation 2.

Topo


Engine:
software com a base de gerenciamento núcleo usado no desenvolvimento de jogos. Tem como propósito isolar as funcionalidades genéricas mais complexas nos games, como a física, iluminação e comportamento computacional, permitindo que o mesmo “motor” seja usado como base em vários títulos diferentes.

Um exemplo é a Unreal Engine, que já serviu de base para jogos como Gears of War, Batman Arkham City e Bioshock, além do próprio Unreal Tournament 3.

Topo

ESRB (Entertainment Software Rating Board): instituição que avalia e regulamenta jogos eletrônicos na América o Norte. Depois de passar pelos testes da ESRB, os games recebem um selo na embalagem que simboliza a qual faixa etária ele é apropriado, de acordo com a maturidade do conteúdo apresentado ao jogador. As instituições PEGI, CERO, USK OFLC e GRB são suas equivalentes em outras regiões do mundo.

Topo

EULA (End User License Agreement): sigla de “Acordo de Licenciamento ao Usuário Final”. É um documento que especifica as condições e limitações implicadas ao uso de um software ou jogo eletrônico. Geralmente, é apresentado ao usuário no momento da instalação ou antes da primeira execução de um game.

Topo

Exploit: termo que denomina uma abertura ou falha de segurança de um software ou hardware que pode ser explorada por hackers. Quase sempre, um “exploit” é estudado com a intenção de se modificar algo, como permitir que o console rode uma cópia irregular do jogo.

Topo

Eye Toy: acessório para o PlayStation 2 que possibilita a captura de vídeo através de uma câmera. Usada para interação em alguns jogos específicos, como o Eye Toy: Play, além de adicionar novas funcionalidades a outros, como no The Sims 2.

Topo

Famicon: primeira versão do Nintendo Entertainment System (NES), lançado exclusivamente no Japão, em 1983.

Topo

Fat: (ou “Phat”) é o termo não oficial usado para denominar as versões primárias de consoles que, posteriormente, foram relançados em versões menores (Slim).

Topo

First Party Game: denomina os títulos produzidos pela própria fabricante do console. Exemplo: os games do Mario, que são desenvolvidos pela própria Nintendo.

Topo

Force Feedback: funcionalidade de periféricos de video game que permite que o usuário sinta a experiência transmitida através do tato, quase sempre com vibrações. Usado em controles de uso geral e em periféricos mais específicos, como volantes de corrida.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

FPS (First Person Shooter): define os games que têm como principal característica uma interface parecida com a humana, em que o jogador tem a visão em primeira pessoa e, quase sempre, empunha uma ou mais armas de fogo. Ficou imortalizada depois do game Doom, em 1993.

Topo

Friend Code: código de usuário usado na rede Nintendo Wi-Fi Connection para autenticar os jogadores, além de permitir a criação de listas de amigos específicas para cada game.

Topo

(Fonte da imagem: Flickr (Usuário: wwarby))

Game Boy: video game portátil lançado pela Nintendo em 1989. Considerado um dos maiores sucessos de vendas para um console até hoje.

Topo

Game Boy Advance: console portátil que sucedeu o Game Boy Color em 2001. Além de ser menor, ele tinha capacidade gráfica aprimorada, sendo considerado um dos melhores consoles com gráficos exclusivamente bidimensionais (2D).

Topo

Game Boy Color: sucessor do Game Boy, lançado em 1998. Entre as inovações, está a tela colorida ligeiramente maior e a possibilidade de conexão com outros jogadores, além de ter o tamanho reduzido.

Topo

Game Cube (NGC): console de sexta geração lançado pela Nintendo em 2002, concorrendo com o PlayStation 2 e o Xbox. Foi o primeiro video game da empresa a usar mídias óticas em vez de cartuchos. Deixou de ser produzido em 2007.

Topo

Game Link: cabo de transmissão de dados usado pela Nintendo na família de consoles Game Boy. Permitia a comunicação entre os consoles para jogabilidade multiplayer.

Topo

GDC / E3 / GC / TGS / CES: grandes eventos que reúnem vários desenvolvedores, distribuidores e fabricantes da indústria do video game. Revelações de grandes títulos e outras novidades geralmente acontecem nesses eventos.

Topo

Glitch: falha, ou “bug” encontrado em algum aspecto de um game.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/GearBox Software)

Gold (has gone Gold): termo utilizado para games que chegaram perto do fim do desenvolvimento, com um possível lançamento iminente.

Topo

GOTY (Game of The Year Edition): versões especiais de games que receberam o título de “Jogo do Ano”. Quase sempre, versões GOTY incluem conteúdos adicionais não disponíveis nas versões do primeiro lançamento.

Topo

Guild: grupo de profissionais de uma mesma área ou facção que compartilham recursos e missões entre si. Guilds quase sempre estão presentes em jogos RPG.

Topo

Hype: expectativa que antecede a chegada de um jogo. Games aguardados fortemente por muitos gamers e críticos costumam receber um grande "hype", que envolve anúncios, relatos, especulações e boatos.

Topo

IGA (In Game Advertising): anúncios publicitários feitos dentro de games. Outdoors virtuais posicionados no cenário ou empresas e produtos reais inseridas na história fictícia servem esse fim.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/The Letter V Six Times)

Indie: games que foram produzidos de forma independente, que não receberam o apoio de uma distribuidora para serem desenvolvidos e vendidos.

Topo

IP (Intelectual Property): denota a propriedade intelectual de uma determinada empresa.

Topo

ISP (Internet Service Provider): empresa especializada em disponibilizar links de comunicação com a internet.

Topo

JoyPad: termo usado para os controles de video game com propósito versátil. Diferencia-se do Joystick por ter vários botões e pelo posicionamento da mão do usuário, que segura uma base em vez de uma haste (“stick”). Também denomina os controles genéricos de games para PC.

Topo

(Fonte da imagem: Dans Data)

 Joystick: controle de vídeo game caracterizado por uma haste direcional acompanhada de um ou mais botões. Está presente em máquinas de arcade e em consoles mais antigos, como no Atari 2600.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

Kinect: acessório para o XBOX 360 lançado em 2010. Adicionou ao console funcionalidades orientadas à captura de vídeo, movimento e voz. Compatível com as duas versões do video game.

Topo

Lag: termo que denomina o atraso na resposta que prejudica a fluidez de um game, seja por insuficiência de hardware ou por problemas na conexão de rede sendo usada durante o jogo.

Topo

Mega Drive: versão brasileira do Sega Genesis, o console de quarta geração lançado pela Sega em 1990.

Topo

Memory Card: acessório utilizado por vários consoles como uma unidade de armazenamento removível, permitindo que o progresso nos jogos possa ser salvo.

Topo

Microsoft: empresa especializada em sistemas operacionais para PCs que entrou na indústria dos games em 2001, com o console Xbox. Está entre as três maiores fabricantes de consoles da atualidade.

Topo

MMO (Massive Multiplayer Online): games que tem como principal característica a jogabilidade online entre centenas, e até milhares, de jogadores. Exemplo: World of Warcraft, Eve Online e Second Life.

Topo

MMORPG (Massive Multiplayer Online RPG): games multiplayer online com suporte a muitos jogadores e com a jogabilidade focada ao RPG.

Topo

Modem NA (Network Adpter): adaptador de rede vendido separadamente como um acessório em consoles sem essa funcionalidade. Foi usado no PlayStation 2 e Nintendo Game Cube.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/NINTENDO)

Motion Controller: controle de vídeo game que trás algum tipo de funcionalidade baseada na captura de movimentos. Presente no Nintendo Wii, PlayStation Move e no Kinect.

Topo

Multiplayer: modo de jogo em que dois ou mais jogadores interagem entre si, seja competindo ou cooperando.

Topo

N64 (Nintendo 64): console de quinta geração lançado pela Nintendo em 1996. Destacou-se pela alta aderência aos recém-adotados jogos tridimensionais.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Nintendo)

NES (Nintendo Entertainment System): primeiro console lançado pela Nintendo no mercado ocidental, em 1985. Ficou imortalizado por trazer aos video games caseiros o conceito de Side Scroling e jogos de plataforma, além de ser a “casa” dos primeiros Mario, Zelda e Metroid.

Topo

NGP (Next Generation Portable): codinome usado pela Sony para denominar o sucessor do PSP durante o desenvolvimento. Posteriormente, o nome oficial passou a ser PlayStation Vita.

Topo

Nintendo: fundada em 1889 em Kyoto, no Japão, a Nintendo passou de uma empresa que produzia jogos de carta e tabuleiro para o público infantil para um dos maiores nomes na indústria do entretenimento eletrônico. Alguns personagens criados por ela, como o Mario e o Link (do Zelda) são reconhecidos como ícones do video game até hoje.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Nintendo)

Nintendo 3DS: console portátil que sucedeu o Nintendo DS. É reconhecido como o primeiro video game a trazer as imagens 3D estereoscópicas sem óculos ao mundo dos games.

Topo

Nintendo DS: console portátil que sucedeu o Game Boy Advance. Sua principal característica é o uso de duas telas simultaneamente, sendo que uma delas é sensível ao toque.

Topo

Nintendo DS Lite: uma versão menor e mais leve do Nintendo DS, lançado em 2006. Sua tela possui brilho aprimorado, que contribui para aumentar a duração da bateria.

Topo

Nintendo DSi: sucedeu o Nintendo DS Lite em 2009. Além de ter processador, memória RAM e armazenamento interno expandidos, o DSi também tinha duas novas câmeras de video e slot de expansão para cartão SD.

Topo

Nintendo DSi XL: a quarta versão do Nintendo DS lançado em 2009. Similar ao DSi em todos os aspectos, exceto pela tela que passou de 3,25 para 4,2 polegadas. O “XL” vem de “eXtra Large”.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/NINTENDO)

Nintendo Wii: console de sétima geração lançado pela Nintendo em 2006. Diferente dos concorrentes, o desenvolvimento do Wii foi focado mais no aprimoramento da jogabilidade do que na “guerra de gráficos”. É o primeiro console a suportar controles com sensores de movimento nativamente, sem adição de acessórios.

Topo

Noob: termo informal atribuído a jogadores que são considerados iniciantes em um game e, por esse motivo, ainda não dominam as particularidades do jogo.

Topo

NPC (Non Playing Character): nome dado aos personagens não jogáveis encontrados nos games. Distingue-se de simples “minions” por ter atributos e comportamentos parecidos com os dos personagens controlados pelo jogador.

Topo

Origin: plataforma de distribuição de jogos online mantida pela EA Games. Diferente do Steam, apenas jogos distribuídos pela Electronic Arts estão à venda na loja virtual.

Ping: ferramenta administrativa que detecta a disponibilidade de um host na rede. Nos games, o termo denomina o tempo de resposta entre dois ou mais consoles (ou PCs). O tempo é medido em milissegundos e, quanto maior o número, mas prejudicada fica a jogabilidade.

Topo

Platform (jogo de plataforma): gênero de game caracterizado pela necessidade de se superar obstáculos fazendo o personagem saltar entre várias plataformas. Tornou-se um dos gêneros mais populares da indústria graças ao designer Shigeru Miyamoto, com o primeiro jogo do Mario.

Topo

PlayStation (PS): primeiro console da Sony lançado em 1994. Destacou-se por usar discos compactos em vez de cartuchos, aumentando muito o espaço de armazenamento disponível para os jogos, além de ter introduzido um leitor de CDs de músicas na época em que a tecnologia ainda era uma novidade.

Topo

PlayStation 2 (PS2): sucessor do primeiro PlayStation, lançado em 2000. Não só foi console de sexta geração de maior sucesso, mas também o video game mais vendido da história. Assim como o PlayStation, o PS2 tinha o atrativo de também poder tocar filmes em DVD no tempo em que o novo formato estava sendo adotado.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

PlayStation 3 (PS3): sucedeu o PlayStation 2 em 2006. Suas principais inovações são os gráficos de alta definição nativos, a introdução da rede PlayStation Network e o uso dos discos de Blu-ray como mídia primária para os jogos.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

PlayStation Move: kit de acessórios para o PlayStation 3 que adiciona controles com captura de movimento para console. Similarmente ao Wii, o jogador pode usar um ou ambos os controles manuais simultaneamente, dependendo da necessidade de cada jogo. A câmera do kit também pode detectar a distância entre o controle e o monitor.

Topo

PlayStation Network (PSN): plataforma online com serviços de partidas multiplayer e distribuição de conteúdo virtual para os consoles da Sony. Foi introduzida juntamente com o PlayStation 3.

Topo

PlayStation One (PSOne): versão menor (ou “slim”) do primeiro PlayStation. Um acessório que servia como uma tela LCD portátil também foi apresentada no lançamento, em 2007.

Topo

PlayStation Portable (PSP): console portátil lançado pela Sony em 2004.

Topo

PlayStation Store: loja vitual de jogos e aplicativos usados pelo PlayStation 3 e pelo PSP. É parte integrante da rede PlayStation Network.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

PlayStation Vita: console portátil da Sony com o seu lançamento programado para 2012. Usou o nome de “NGP” durante o seu desenvolvimento e é conhecido como o sucessor do PSP.

Topo

Prequel: definição dada a games, filmes e outras obras que usam uma narrativa temporal anterior à outra já existente. Exemplo: o game “Metal Gear Solid 3: Snake Eater” é um “prequel” do Metal Gear Solid lançado para primeiro PlayStation.

Topo

PSX: dispositivo de central multimídia baseado no console PlayStation 2. Foi lançado somente no Japão e obteve pouco sucesso devido ao alto preço. O nome é erroneamente usado para denominar o PlayStation. Foi o primeiro dispositivo a utilizar a interface XMB.

Topo

Publisher: empresa que distribui jogos produzidos por outros desenvolvedores terceirizados (developers) ou por ela mesma. Exemplo: Activision Blizzard, que distribui jogos próprios, como a franquia Warcraft, além de comercializar games de muitas outras empresas.

Topo

Puzzle: gênero de jogo focado na resolução de problemas lógicos. O termo também é utilizado para definir situações similares encontradas em games que não tem o “puzzle” como gênero primário.

Topo

Redeem Code: código de acesso utilizado para autenticar e disponibilizar o conteúdo digital ao usuário que o adquiriu. Utilizado na PlayStation Store.

Topo

Remake: nome dados aos games produzidos em forma de atualização tecnológica de outro jogo mais antigo. Exemplo: Resident Evil Remake, uma versão do primeiro Resident Evil refeita para o Nintendo Game Cube.

Topo

Retail: versões de games vendidos individualmente em mídias físicas. Termo usado para diferenciar o jogo físico da sua contraparte disponível em lojas virtuais. Traduzido como “varejo”.

Topo

Mass Effect: Um dos games de RPGs contemporâneos (Fonte da imagem: Divulgação/Bioware)

RPG: no mundo dos games, RPG denomina os jogos que têm em sua essência as mesmas características do jogo de mesa com o mesmo nome. Em suma, jogos de RPG desenvolvem uma história principal ao mesmo tempo em que explora a evolução de um ou mais personagens. Atributos quantitativos, equipamentos, quests e inventários também são características-chave de um RPG.

 

RTS (Real Time Strategy): gênero de jogo com a jogabilidade centrada em comandos táticos e econômicos dados a varias unidade de uma facção. Exemplo: jogos da franquia Command and Conquer, Age of Empires e Star Craft.

Topo

Rumble Pack: acessório para Nintendo 64 que adicionava funcionalidades de Force Feedback ao controle, fazendo o periférico vibrar dependendo das ações realizadas durante o jogo.

Topo

Rushar: ato de se antecipar ao seu adversário e executar táticas ofensivas antes do momento esperado. Usado principalmente em jogos RTS.

Topo

SCE (Sony Computer Entertainment): divisão dedicada ao desenvolvimento, marketing, distribuição e ao suporte para todos os produtos de entretenimento eletrônico da Sony. Marcas como PlayStation, Uncharted e God of War são propriedades da SCE.

Topo

SDK (Software Development Kit): pacote com as ferramentas de desenvolvimento necessárias para se produzir softwares de uma natureza específica.

Topo

Second Party: empresa de desenvolvimento de jogos afiliada diretamente a um fabricante. Exemplo: Bungie (produtora dos jogos Halo), afiliada à Microsoft.

Topo

SEGA: empresa japonesa que entrou para o mercado de entretenimento eletrônico em 1983, competido com outras empresas como Atari e Nintendo. Uma reestruturação organizacional fez com que a SEGA deixasse de produzir hardware em 2001, focando apenas em software.

Topo

SEGA Genesis: console de quarta geração lançado pela SEGA em 1989. Foi o maior concorrente do NES e do Super Nintendo durante os anos em que estava em produção. Considerado “casa” do personagem mais famoso da empresa: Sonic. Foi comercializado no Brasil com o nome de Mega Drive.

Topo

Sequel: game que foi produzido como uma sequência da narrativa já vista em outro jogo anterior.

(Fonte da imagem: Divulgação/Team Shangai Alice)

Shoot-´em-up: gênero com a jogabilidade centrada em atirar e destruir inimigos numerosos que aparecem na tela, ao mesmo tempo em que se evita ser atingido. Geralmente, o cenário se move de cima para baixo. Muito utilizado em jogos de naves espaciais.

Topo

Side Scrolling: conceito empregado em games que possuem um cenário não estático que se movimenta por completo à medida que o personagem avança.

Topo

Sixaxis: primeira versão do controle sem fio do PlayStation 3. Foi substituído pelo atual Dual Shock 3 que, diferente dele, incorpora as funcionalidades de vibração.

Topo

Slim: nome dado a versão menor e mais aprimorada de um console que já havia sido lançado anteriormente.

Topo

Sony: gigante japonesa do setor de eletrônicos e eletrodomésticos que entrou para indústria dos games em 1994, com a plataforma PlayStation. Desde então, ela mantém o posto de uma das três maiores fabricantes de consoles.

Topo

Steam: plataforma de distribuição online de jogos criada e mantida pela Valve. Atualmente, é a maior loja do segmento, com mais de 1300 games disponíveis e 35 milhões de usuários registrados.

Topo

Super Nintendo (SNES): console de quarta geração lançado pela Nintendo em 1991. Sucedeu o Nintendo Entertainment System e é considerado um dos consoles de maior sucesso já produzidos.

Topo

TecToy: empresa brasileira que produz e distribui edições brasileiras de video games da japonesa SEGA. Também comercializou o Zeebo, console com conexão 3G desenvolvido inteiramente pela TecToy.

Topo

Third Party: desenvolvedoras de games que não possuem vínculo empresarial com o fabricante do console.

Topo

(Fonte da imagem: Gameplay/Baixaki Jogos)

Third Person Shooter (Tiro em Terceira Pessoa): gênero caracterizado pela visão relativamente distante posicionada atrás do personagem sendo controlado. Exemplo: games da franquia Tomb Raider e Uncharted.

Topo

Upar: ato de desenvolver as habilidades de um personagem em games de RPG.

Varporware: termo que descreve games (e outros softwares) que entraram em fase de desenvolvimento e nunca foram terminados, mas, mesmo assim, não tiveram o seu cancelamento anunciado. Exemplo: “Star Craft: Ghost”, revelado em 2002.

Topo

Wii Mote: controle principal usado no Nintendo Wii. Assemelha-se a um controle remoto e incorpora funcionalidades de captura de movimentos, além de botões comuns.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/NINTENDO)

Wii Nunchuck: controle secundário do Nintendo Wii. É usado principalmente como um auxiliar que contem o direcional analógico, mas também tem sensores de movimentos.

Topo

XBMC (Xbox Media Center): aplicativo de controle e interface de entretenimento multimídia utilizada no primeiro Xbox. Depois do lançamento do Xbox 360, o XBMC teve seu código fonte aberto e tem sido desenvolvido como um Media Center alternativo para o Mac, PC e Linux.

Topo

Xbox: console de sexta geração lançado pela Microsoft em 2001, concorrendo diretamente com o PlayStation 2 e o Nintendo Game Cube. Destacava-se pelo disco de armazenamento interno e pela recém-criada Xbox Live.

Topo

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

XBOX 360: console da Microsoft que sucedeu o Xbox em 2005. Entre as inovações, está o suporte a gráficos em alta definição e a consolidação da plataforma Xbox Live. Suas funcionalidades foram expandidas com o Kinect, acessório de captura de movimentos lançado posteriormente.

Topo

XBOX Live: plataforma online mantida pela Microsoft para distribuição de games e outros conteúdos. Além de ser parte integrante dos consoles Xbox, a Live, como é chamada, também estará presente nas versões futuras dos sistemas operacionais para PCs e portáteis.

Topo

XMB (XrossMediaBar): nome dado à interface visual utilizada nos consoles modernos da Sony, como o PS3 e PSP. Outros aparelhos da empresa também usam o XMB, como as HDTVs Bravia, notebooks Vaio e dispositivos Walkman. Foi apresentado pela primeira vez no PSX.

Topo

Zeebo: console produzido e comercializado pela TecToy no Brasil e em outros países emergentes. Possui gráficos comparáveis aos do primeiro PlayStation e seus jogos eram distribuídos exclusivamente pela Zeebo Net, a rede 3G sem fio utilizada pelo console. Foi descontinuado no Brasil em 2011.

Topo