Marvel Studios recupera os direitos de Jessica Jones e Justiceiro

1 min de leitura
Imagem de: Marvel Studios recupera os direitos de Jessica Jones e Justiceiro
Imagem: Entertainment Weekly/Reprodução
Avatar do autor

Os direitos de live-action de Jessica Jones e Justiceiro retornaram para Marvel Studios após o fim de um antigo acordo com a Netflix. Os personagens protagonizaram séries exclusivas para a plataforma sob o extinto selo Marvel Television.

As atrações foram canceladas após a Disney anunciar o Disney+, serviço de streaming que rivaliza com a própria Netflix. Com isso, a plataforma vermelha manteve os direitos dos heróis até o encerramento do acordo que expirou nesta semana.

Krysten Ritter interpretou Jessica Jones em três temporadas e na série Os Defensores.Krysten Ritter interpretou Jessica Jones em três temporadas e na série Os Defensores.Fonte:  Netflix/Divulgação 

O retorno dos direitos de Jessica Jones e Justiceiro para a Marvel Studios significa que eles poderão fazer parte do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). Contudo, ainda não está claro se Krysten Ritter e Jon Bernthal interpretarão novamente os heróis.

Kevin Feige, chefe da Marvel Studios, deixou nas entrelinhas que as produções da Netflix não são parte do MCU. Algo curioso, pois as séries – incluindo Demolidor, Luke Cage e Punho de Ferro – faziam referências ao universo dos cinemas.

Entretanto, o ator Charlie Cox foi visto recentemente no set de Homem-Aranha 3. Apesar de não estar claro qual será seu papel no longa, há boatos de que ele interpretaria o Demolidor em uma nova versão cinematográfica.

Além disso, fortes rumores apontam que Krysten Ritter voltaria ao papel de Jessica Jones em uma breve participação em She-Hulk. Com a recente expiração do acordo, isso realmente pode ocorrer na atração exclusiva do Disney+.

Além da série solo de Justiceiro, Jon Bernthal fez uma participação em Demolidor.Além da série solo de Justiceiro, Jon Bernthal fez uma participação em Demolidor.Fonte:  Netflix/Divulgação 

O destino das séries Marvel/Netflix

Com o retorno dos direitos dos heróis Defensores para a Marvel Studios, é possível que as atrações deixem a Netflix. Isso porque o streaming não tem direitos exclusivos para distribuição do material.

Ao mesmo tempo, as séries abordam temas considerados mais adultos e isso impede que elas sejam adicionadas ao catálogo do Disney+. Lembrando que a plataforma foca em uma programação “family friendly”.

Portanto, a melhor solução seria disponibilizá-los no Star+ – futura plataforma da Disney dedicada ao público mais velho. Até o momento, não há informações oficiais sobre essa possível mudança ou se as séries serão “esquecidas”.

Imagem: Assine o Disney Plus
Imagem: Tecmundo Recomenda

Assine o Disney Plus

Assista o novo Star Wars: The Bad Batch e mais séries e filmes originais do universo Star Wars, Marvel, Pixar, National Geographic no Disney+. Tudo isso por apenas R$ 27,90/mês.

Marvel Studios recupera os direitos de Jessica Jones e Justiceiro