Denis Villeneuve critica Warner por lançamento simultâneo de Duna

1 min de leitura
Imagem de: Denis Villeneuve critica Warner por lançamento simultâneo de Duna
Imagem: Reprodução / Warner Bros.
Avatar do autor

Denis Villeneuve (A Chegada) se junta ao grupo de atores e diretores que se sentem injustiçados com a Warner Bros.Pictures. A polêmica se dá pela decisão do estúdio de lançar todos os seus filmes de 2021 de forma simultânea no cinema e no streaming HBO Max.

Em um artigo publicado na Variety, o diretor declarou que ficou sabendo da decisão pelos jornais. "Não existe absolutamente nenhum amor pelo cinema, nem pelo público", desabafa Villeneuve.

A estratégia impacta diretamente em Duna, o aguardado blockbuster do cineasta. Segundo ele, a decisão de lançamento simultâneo prejudica um trabalho de longa data.

"Duna é, de longe, o melhor filme que eu já fiz. Minha equipe e eu dedicamos mais de três anos de nossas vidas para torná-lo uma experiência cinematográfica única. A imagem e som do nosso filme foram meticulosamente feitos para serem vistos no cinema", contou Villeneuve.

A sobrevivência da franquia Duna

Fonte: Reprodução / Warner Bros.
Fonte: Reprodução / Warner Bros.

O cineasta demonstrou apoio à chegada dos streamings ao ecossistema dos filmes, mas ressalta que somente isso não sustenta a indústria cinematográfica.

"O streaming pode produzir ótimo conteúdo, mas não filmes do escopo e da escala de Duna. A decisão da Warner Bros. significa que Duna não terá a chance de ter um desempenho financeiro para ser viável e a pirataria acabará triunfando. A Warner Bros. pode ter acabado de matar a franquia Duna", afirma Villeneuve.

Apoio aos outros cineastas

Fonte: Reprodução / Warner Bros.
Fonte: Reprodução / Warner Bros.

No artigo, Villeneuve prestou solidariedade aos outros cineastas e atores que se sentem prejudicados pela estratégia.

"Por favor, saibam que eu estou com vocês e que, juntos, somos fortes. Os artistas são aqueles que criam filmes e séries. Acredito fortemente que o futuro do cinema estará na telona, não importa o que diga qualquer diletante de Wall Street", declarou o diretor.

Além de Duna, a decisão da Warner vai impactar grandes lançamentos, como Mulher-Maravilha 1984, Matrix 4 e Godzilla vs.Kong.

Fontes