Não é preciso ser um pesquisador para saber que os serviços de telefonia muitas vezes são insatisfatórios no Brasil, levando uma grande quantidade de pessoas a fazer reclamações formais no Procon. Agora, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça (MJ) divulgou um relatório que mostra que as operadoras de celular lideraram o número de atendimentos no órgão de defesa.

De acordo com o levantamento, o número de atendimentos no Procon referentes a prestadoras de serviços de telecomunicação cresceu 23,6% entre 2014 e o ano passado. Em 2015, o assunto líder em demandas no órgão foi a telefonia celular, com 338.247 solicitações – que representam 13,4% do total de cerca de 2,53 milhões de interações. O segundo lugar ficou com os serviços telefônicos fixos, com 241.311 pedidos (9,5%).

Analisando os rankings, é possível notar que as questões ligadas à telefonia (tanto fixa quanto celular) aparecem entre as três primeiras posições em todos os estados do país, explicitando que a baixa qualidade dos serviços prestados não é algo exclusivo de regiões específicas. Ainda assim, vale ressaltar que a maior quantidade absoluta de atendimentos sobre serviços móveis está no Sudeste do país, com 163.973 requisições feitas no Procon.

Ranking de operadoras

Observando as operadoras de telefonia fixa e celular de forma individual, o trio Claro/Embratel/NET acabou passando a Oi e tomando o primeiro lugar entre as companhias com mais problemas. O terceiro lugar ficou com a Vivo/Telefônica/GVT, seguida na ordem por Sky, TIM/Intelig e Nextel.

Entre os tipos de atendimentos possíveis no Procon, o mais utilizado – e que apresenta soluções mais rápidas – é a Carta de Informações Preliminares. Usando a ferramenta, a Nextel conseguiu resolver 89,2% de suas solicitações, seguida por Vivo/Telefônica/GVT (86,6%), Oi (81,3%), Claro/Embratel/NET (80,2%), TIM/Intelig (79,5%) e Sky (77,8%).

Além da telefonia

Além das operadoras de telefonia, outras áreas relacionadas à tecnologia aparecem no ranking da Senacon. Atendimentos referentes a aparelhos celulares aparecem em 6º lugar, enquanto serviços de internet ficam em 10º, eletrodomésticos de linha branca em 11º, computadores e produtos de informática em 12º e TVs, aparelhos de DVD e filmadoras em 14º. Para conferir o relatório completo da Secretaria Nacional do Consumidor, clique aqui.

Você já fez alguma reclamação no Procon sobre sua operadora de celular? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: