Com o anúncio dos novos tablets da Apple — nas versões iPad Air e iPad mini com tela Retina —, ocorreu uma alteração bem significativa na disponibilidade dos aparelhos no mercado. O iPad 4 deixa de ser vendido no mercado norte-americano, que agora conta apenas com quatro modelos nas prateleiras. Estamos falando de iPad Air e iPad 2 (com 9,7 polegadas) e iPad mini e iPad mini com tela Retina (com tela de 7,9 polegadas).

Mas quais as diferenças que existem entre esses modelos disponíveis? Nós separamos todos os detalhes referentes a cada um dos tablets e os reunimos na tabela que está no topo desta notícia. Como você pode ver, a Apple está conservando apenas as versões mais similares no mercado, deixando claro que deve manter apenas diferenças em dimensões nas próximas gerações.

Quais as grandes diferenças?

Você pode comparar os iPads em duas divisões. Uma delas é composta pelas versões mais antigas dos tablets — iPad 2 e iPad mini (excluindo o iPad 4 devido ao encerramento das vendas dele pela própria fabricante) —, e a outra pela geração mais recente, que foi apresentada em 2013 — iPad Air e iPad mini com tela Retina.

A supremacia dos novos combatentes

Tanto o iPad Air quanto o iPad mini com tela Retina vão chegar ao mercado com processador Apple A7 com coprocessador de movimento M7. Isso deve garantir muito mais qualidade e desempenho do que acontece nos modelos mais antigos — em relação à primeira geração dos tablets, por exemplo, são até 72 vezes mais poder gráfico e oito vezes maior capacidade de processamento.

(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

Quando pensamos na memória RAM, a geração anterior contava com 512 MB e a nova não teve esse dado revelado, mas estima-se que estejamos falando em pelo menos 1 GB. A resolução também é bem melhor nos modelos mais recentes. Os dois modelos mostrados hoje aparecem com tela Retina e os 2048x1536 pixels equivalentes — contra 1024x768 pixels das versões mais antigas.

Também é preciso falar das memórias de armazenamento. O iPad 2 passa a contar com apenas uma versão de 16 GB (abandonando as opções de 32 GB e 64 GB), sendo o modelo de entrada da Apple. Ao mesmo tempo, o iPad mini original mantém as três opções (16 GB, 32 GB e 64 GB), e os dois novos modelos trazem também um modelo de 128 GB.

Mudanças no design?

A grande alteração no design dos aparelhos está no iPad Air. Abandonando os traços presentes na quarta geração dos tablets, ele agora se parece muito mais com os iPads mini. Dessa forma, passa a ser um dispositivo com tela de 9,7 polegadas e espessura de 7,5 milímetros — apenas 0,3 milímetro a mais do que a versão de 7,9 polegadas. O peso também é bem interessante: apenas 469 gramas.

.....

Agora que você sabe as diferenças entre cada um dos modelos disponíveis no mercado, qual seria o iPad que você escolheria para suas compras de Natal? E será que esse movimento da Apple — que aproximou mais os iPads mini das versões maiores — será continuado nas próximas gerações?

Cupons de desconto TecMundo: