Faça um diário fotográfico no smartphone (Fonte da imagem: iStock)

Contar com a memória nem sempre é uma opção completamente confiável para se lembrar de coisas. Por isso, existe uma série de programas para você fazer anotações, registrar lembretes ou até mesmo configurar alarmes. O problema é que nem sempre são coisas “pré-agendadas” que fazem falta, mas pequenas memórias de aspectos do dia a dia.

Além disso, nem sempre você possui o tempo para escrever uma nota e acaba deixando para outra ocasião (e muitas vezes se esquece disso). Por isso, uma alternativa simples para os textos escritos é tirar fotografias. Como hoje é difícil quem não possua um celular e as câmeras já estão com uma qualidade bem maior do que há alguns anos, essa é uma forma prática de criar um “diário fotográfico”.

Isso pode ser aplicado para várias situações, por isso, abaixo ilustramos algumas delas.

Lembre-se de lugares

Quantas vezes você passou por um restaurante ou parque que gostaria de conhecer? Da mesma forma, quem nunca foi a um estabelecimento que não quer voltar mais? Tirar uma fotografia do local pode ser uma boa forma de você mantê-lo em mente, pois uma referência visual é mais forte do que um nome escrito em uma agenda.

Não se esqueça de lugar algum (Fonte da imagem: iStock)

Além disso, muitos dos celulares modernos mantêm a referência da localização de uma imagem quando ela é capturada com a câmera do aparelho (as famosas geotags). Dessa forma, além de manter a memória visual do lugar (e o seu nome), muitas vezes não será necessário sequer anotar o endereço.

Quem emprestou o livro?

Essa é uma dica para quem é apaixonado pela leitura. Se você faz parte desse grupo, deve ter uma boa quantidade de livros em casa, que muitas vezes são solicitados por algum amigo para o empréstimo. O problema é que, se o tempo passa e o material não volta, você nem sempre consegue se lembrar de quem o levou.

Não se esqueça de quem levou o livro! (Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Você pode resolver isso tirando uma fotografia de composição variada. Nela, você pode mostrar o livro com o nome da pessoa que o emprestou (e a data de empréstimo) ou até mesmo fazer a imagem com o seu amigo segurando os livros. Assim, será impossível se esquecer de quem está com qual título.

Informações médicas

Em situações de emergência ou até mesmo durante um atendimento “normal”, uma informação que sempre é solicitada nos consultórios médicos é os dados do seu plano de saúde. Embora isso não seja um problema, afinal, basta fornecer a carteirinha, pode acontecer de um dia você esquecê-la em casa.

Dados médicos sempre à mão (Fonte da imagem: iStock)

Por isso, uma boa alternativa é ter uma fotografia do seu plano no smartphone. Assim, seja em um dia no qual você não estava com a carteira ou até mesmo no caso de uma emergência, o número do plano será de fácil acesso. Você pode fazer o mesmo com um remédio que começou a tomar, para não se esquecer do nome ou algum componente ao qual você seja alérgico.

Anotações rápidas

Você leu um texto em alguma revista, jornal ou outro lugar e quer tê-lo como referência? Uma solução muito mais rápida que digitá-lo no seu smartphone é tirar uma fotografia. Assim, em vez de perder vários minutos (além de ter que utilizar um teclado que não é dos mais “confortáveis”), em alguns instantes você tem o material armazenado.

Além disso, caso seja preciso convertê-lo novamente para texto, você pode sempre contar com alguns aplicativos para fazer isso (inclusive, o Tecmundo tem um tutorial ensinando como).

Lista de presentes

Todos possuem coisas que querem comprar, seja para si mesmos ou para presentear uma pessoa querida. O problema é que nem sempre o dinheiro está disponível na hora em que você encontra determinado produto. Você pode usar o smartphone para montar uma lista de itens que deseja adquirir, tirando fotografias.

O presente ideal! (Fonte da imagem: iStock)

Da mesma forma, você também pode montar um “diário” de presentes, para ajudá-lo a lembrar-se do que você quer comprar para as pessoas que deseja presentear. Essa alternativa pode ser particularmente útil perto de datas comemorativas como o Natal.

Mas não se esqueça de organizar

Da mesma forma como montar um “diário fotográfico” pode ser uma ótima maneira de lembrar-se das coisas e economizar tempo, pode se tornar inútil sem organização. Para isso, você pode montar pastas separadas, de forma a gerenciar as fotografias nos lugares corretos e evitar tempo procurando na confusão (afinal, serão várias imagens).

Para quem gostou da ideia, mas gostaria de ter o auxílio de um aplicativo para organizar as imagens, pode sempre contar com o Evernote (para smartphones com Android ou para o iPhone). Ele possui suporte para anotações com imagens e pode ser utilizado também no seu computador.

Outra dica interessante é proteger as suas fotografias para evitar problemas. Para conhecer aplicativos que fazem essa função, consulte este artigo.

Cupons de desconto TecMundo: