(Fonte da imagem: iStock)

Proteger os dados e o conteúdo de um smartphone deve ser um desejo de várias pessoas. Muitos não conhecem meios para bloquear o acesso de estranhos ao celular, sendo que existem funções nativas do próprio telefone para impedir que outras pessoas saibam o que você tem no aparelho.

O sistema Android conta, a partir de suas mais recentes atualizações, com ferramentas que ajudam a criptografar todos os dados do seu celular, assim como a bloquear a tela inicial do telefone. Mostraremos, em simples passos, como você deve proceder para proteger ao máximo o conteúdo do seu smartphone Android.

Conforme informamos, essas ferramentas para bloquear o acesso ao Android estão disponíveis apenas nas atualizações mais recentes do sistema operacional.

Bloqueando a tela do seu Android

A primeira barreira de segurança que pode ser ativada é o bloqueio por senha da tela do seu smartphone. Para bloquear o acesso de outras pessoas logo de cara, você deve ir até as “Configurações” do seu aparelho e, na área de segurança, selecionar “Lock screen” e “Screen Lock”.

Feito isso, você deve ver diversas opções, como apenas passar a mão na tela ou reconhecimento facial, todas classificadas conforme o nível de segurança que proporcionam. A última forma de bloqueio encontrada deve ser por senha (ou “password”). Selecione essa opção.

(Fonte da imagem: Reprodução/GHacks)

Depois que você criar uma senha para o seu celular, toda vez que ele for desligado ou tiver sua tela apagada, será necessário entrar com o código que você criou para poder acessá-lo.

Criptografando os dados do celular

Digamos que você quer mais proteção para os dados do seu celular Android. Apenas bloquear a tela inicial não foi suficiente para você e novas medidas de segurança devem ser tomadas. O sistema operacional móvel da Google também oferece uma opção para isso, podendo criptografar o conteúdo do seu celular.

Imagens, músicas, contatos, contas, configurações, aplicativos e qualquer tipo de arquivo presente no seu celular será criptografado, ou seja, não será possível acessá-los sem entrar com uma chave especial. Essa chave especial é um password que você deve criar para acessar o conteúdo.

Toda vez que o seu celular for ligado, a senha será solicitada e, sem ela, o acesso ao conteúdo do seu Android é negado.

Existem certos riscos em criptografar todo o conteúdo do celular, já que a ação é irreversível e, caso seja interrompida na metade porque você mudou de ideia, causará a perda de dados do aparelho.

Caso você ainda deseje usar a criptografia para proteger as informações do seu smartphone, você deverá carregar o telefone celular e deixá-lo conectado ao carregador. Essa parte é importante para evitar que aconteçam imprevistos durante o processo, como falta de bateria.

Feito isso, novamente em “Configurações”, na área de “Segurança”, você deve ver a opção “Criptografar telefone”. Selecione essa opção.

(Fonte da imagem: Reprodução/GHacks)

Você deve ver uma tela informando que o processo é irreversível e que deve demorar aproximadamente uma hora para ser concluído. Novamente, é importante informar que, para não acontecer nenhum problema durante o processo para criptografar seus dados, você deve manter o seu celular conectado a um carregador, evitando quedas de bateria.

(Fonte da imagem: Reprodução/GHacks)

Assim que o processo de criptografia terminar, será solicitada a senha que deverá ser incluída quando o smartphone for ligado. Feito isso, você já pode ficar tranquilo com o seu celular Android, sabendo que ele está mais protegido do que nunca.

Fonte: GHacks

Cupons de desconto TecMundo: