Muitas vezes, quando utilizamos conexões de internet sem fio, ficamos em dúvida se o sinal que estamos recebendo é realmente tão eficaz quanto o anunciado. Conexão caindo, internet lenta e transferência de dados fraca nos levam a crer que o único culpado é realmente o sinal Wi-Fi.

Para ter certeza de que o problema é realmente do sinal, é necessário realizar algum tipo de varredura e medição. Dentro do OS X, existe uma ferramenta que ajuda a diagnosticar os níveis da sua conexão Wi-Fi.

O único problema é que essa ferramenta não é muito divulgada pela Apple, ficando levemente escondida no sistema operacional. Agora, mostraremos para vocês como encontrá-la e interpretá-la.

1) Abrindo a ferramenta de diagnóstico de Wi-Fi

Normalmente, a ferramenta de diagnóstico de Wi-Fi fica um pouco escondida, mas é relativamente fácil encontrá-la. Primeiramente, você deverá entrar no seu HD, clicando no ícone presente na sua área de trabalho.

Então, acesse as seguintes pastas: /System (“Sistema”) / Library (“Biblioteca”) / CoreServices. Dentro desse endereço, encontre o aplicativo “Diagnóstico da Rede Wi-Fi”. Clique duas vezes nele.

Outra opção, que pode não funcionar dependendo da versão do seu sistema operacional, é segurar a tecla “Option” e clicar no ícone de Wi-Fi, presente na barra superior do Mac.

2) Realizando o diagnóstico da qualidade do sinal Wi-Fi

Já com a ferramenta aberta, chegou a hora de realizar o diagnóstico. Dependendo da versão do seu OS X, a maneira como isso é feito muda. Contaremos o que deve ser feito no Mountain Lion e Lion.

Mountain Lion: Na primeira tela, ignore tudo e aperte as teclas Command + N. Isso abrirá a janela “Network Utilities”. Escolha “Wi-Fi Scan”, em que você poderá visualizar todas as redes próximas, inclusive as ocultas, com níveis do sinal e interferência.

Lion: Na tela principal da ferramenta “Diagnóstico da Rede Wi-Fi”, selecione a opção “Monitor Performance” e clique em “Continue”. Isso mostrará uma lista com as redes próximas e informações sobre o sinal e interferência.

(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

3) Compreendendo o sinal e a interferência de rede

Tudo bem, você verificou quais são as redes disponíveis, a força de seus sinais e interferências. O que você pode entender desses números apresentados é o seguinte:

  • Sinal (Signal): o número apresentado na ferramenta de “Diagnóstico da Rede Wi-Fi” é o equivalente à força do sinal Wi-Fi entre ponto de acesso e computador. Quanto maior o número, melhor o sinal. Mesmo assim, é possível visualizar números negativos, o que não significa que a conexão esteja particularmente fraca, mas apenas contando com interferências e outros fatores que diminuem a sua qualidade.
  • Interferência (Noise): ao contrário do sinal de Wi-Fi, quanto menor for o contador de interferência, melhor.

Com a união desses dois dados, é possível criar uma média de força de sinal. Se, por exemplo, o sinal da sua conexão Wi-Fi apresentar o número -40 e o dado de interferência seja -68, isso daria uma diferença de 28 pontos. Quanto maior for a diferença, melhor será o sinal. Acredita-se que diferenças superiores a 25 pontos significam uma conexão Wi-Fi de qualidade.

Agora, basta você verificar a sua conexão e buscar meios de melhorá-la, caso isso seja necessário. Nós fizemos um artigo explicando algumas maneiras de melhorar o seu sinal Wi-Fi. Clique aqui e conheça algumas dicas.

Cupons de desconto TecMundo: