Apenas alguns dias depois dos cinemas IMAX norte-americanos terem realizado a estreia de seu sistema de projeção a laser, parece que a corrida pela adoção da tecnologia de alta qualidade finalmente começou. Agora, a Dolby e a rede estadunidense de salas cinematográficas AMC anunciaram uma parceria para trazer uma nova experiência de ponta com a técnica aos filmes.

Com o acordo, as duas empresas vão juntas as telas premium da AMC com o Dolby Cinema, um pacote de tecnologias de projeção e som que a companhia lançou em 2014. O conjunto reúne os recursos de áudio surround do Dolby Atmos com as funções visuais de ponta do Dolby Vision – e é aqui que as coisas ficam realmente interessantes.

As salas de cinema contarão com novos projetores 4K duplos a laser e poderão reproduzir versões HDR dos filmes feitas especificamente para serem reproduzidas com a melhor qualidade possível. Na prática, a Dolby afirma que o resultado dessa combinação é uma imagem significativamente mais brilhante e detalhada, com contraste e latitude de exposição muito superiores aos de qualquer sistema anterior.

Plano de longo prazo

Os primeiros espaços em que a AMC vai implementar o pacote Dolby Cinema será em suas luxuosas salas, “AMC Prime” – que estão espalhadas em algumas cidades dos Estados Unidos. Nesses locais, atualmente já há um sistema de cadeiras reclináveis motorizadas que vibram de acordo com os sons emitidos pelos filmes, de forma que a novidade deve aumentar ainda mais a sensação de imersão.

Inicialmente, a nova tecnologia deve chegar às salas Prime de Los Angeles, Kansas City, Atlanta e Houston, o que está previsto para meados de maio. A AMC vai continuar expandido o novo sistema de ponta e prevê levá-lo para 50 locais até o fim de 2018 e para 100 até 2024. Não há previsões para a chegada da novidade da Dolby ou do IMAX ao Brasil, mas só podemos torcer para que, quando elas chegarem, façam valer o preço dos ingressos.

Cupons de desconto TecMundo: