O maior furacão da História está se aproximando, neste exato momento, da costa oeste do México. Com ventos de até 325 km/h, o Furacão Patrícia deve chegar ao país nas próximas horas com uma força jamais vista anteriormente. Suas consequências podem ser catastróficas, dizem os especialistas.

O recordista anterior no quesito velocidade era o Tufão Haiyan, que, dois anos atrás, devastou as Filipinas com ventos de até 315 km/h. Na ocasião, o fenômeno natural deixou um lastro de mais de 6 mil vítimas fatais.

Já no Ocidente, a tempestade mais forte havia sido registrada durante a passagem do Furacão Linda, que também atingiu o México, em 1997, com uma velocidade de até 295 km/h. Felizmente, ninguém faleceu nessa ocasião.

Furacão Patrícia deve atingir o México nas próximas horas

Em fase de crescimento

Apesar de o Furacão Patrícia já deter o recorde como o mais veloz já registrado no planeta, sua intensidade deve aumentar ainda mais antes de ele começar a perder força. O que mais impressiona em sua formação é que ele cresceu muito rápido em pouquíssimo tempo. Às 10 horas da noite de quarta-feira, por exemplo, ele estava com ventos de “apenas” 100 km/h, aumentando para 140 km/h em somente 4 horas – atingindo, assim, a categoria 1 na Escala de Saffir-Simpson, que mede a intensidade desse tipo de tempestade.

Menos de 24 horas depois, o Furacão Patrícia já era considerado de categoria 5 – a mais alta da escala. Seus ventos subiram a mais de 300 km/h em apenas um dia. O fenômeno inesperado pegou muitos meteorologistas de surpresa. Tanto que o governo do México decretou situação de emergência extraordinária na manhã desta sexta-feira (23).

Você pode acompanhar a evolução do Furacão Patrícia através do site da National Oceanic and Atmospheric Administration, clicando aqui.

Trajetória prevista para o Furacão Patrícia

A região de Puerto Vallarta deve ser a que mais sofrerá com as consequências da passagem do furacão. O local é um famoso polo turístico no México, registrando temperaturas médias na casa dos 30°C. Você pode acompanhar ao vivo a chegada através de uma webcam que fica na praia, direcionada para o mar:

Vamos torcer para que poucas regiões densamente habitadas sejam atingidas pelo Furacão Patrícia e que ele traga, no máximo, prejuízos apenas financeiros. E que repita o feito do Furacão Linda, de 1997, que não vitimou ninguém. Força, México! Estamos com você!

Via Mega Curioso.

Cupons de desconto TecMundo: