Acompanhe o processo para radiografar o crânio de um mamute de 500 mil anos

1 min de leitura
Imagem de: Acompanhe o processo para radiografar o crânio de um mamute de 500 mil anos
Avatar do autor

Uma equipe de radiologistas do Centro Médico Naval de San Diego, juntamente com um grupo de pesquisadores do Centro de História Natural de San Diego, acabou de fazer exames de raio X e tomografia computadorizada no fragmento do crânio do fóssil de um mamute de aproximadamente 500 mil anos.

Esta é a primeira vez que tais testes foram feitos em um mamute-columbiano, e eles devem ajudar a entender melhor sobre o mamífero extinto, descrever o animal com mais detalhes em publicações especializadas e possibilitar a recriação de modelos em 3D do crânio.

Os dados coletados podem ser compartilhados com outros cientistas ao redor do mundo, mas ainda não há uma data definida para a publicação das descobertas.

O fóssil do mamute foi descoberto há apenas seis anos. Depois dos exames, ele voltou a ser exposto no Museu de História Natural de San Diego.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Acompanhe o processo para radiografar o crânio de um mamute de 500 mil anos