Mês de Julho terá superlua e chuva de meteoros Delta Aquáridas

2 min de leitura
Imagem de: Mês de Julho terá superlua e chuva de meteoros Delta Aquáridas
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Nunca é muito tarde para adquirir o hábito de observar o céu e se maravilhar com os eventos celestes que embelezam o céu noturno de janeiro a janeiro. Aprender a reconhecer constelações e suas estrelas principais, a observar os planetas e buscar o risco da viagem dos meteoros na atmosfera da Terra é um caminho sem volta para dentro do mundo da Astronomia amadora. Que tal começar essa aventura no mês de Julho?

Os destaques astronômicos do mês de Julho contam com o espetáculo lunar no dia 13, quando ela estará muito próxima de sua aproximação máxima da Terra pela segunda vez no ano (em um total de 3 vezes), e poderá aparecer um pouco maior e mais brilhante do que estamos habituados em uma Lua cheia comum.

Comparação entre os tamanhos da Lua no céu durante sua máxima aproximação e máximo afastamento em 2012.Comparação entre os tamanhos da Lua no céu durante sua máxima aproximação e máximo afastamento em 2012.Fonte:  Catalin Paduraru 

O evento celeste mais marcante do mês, porém, será o pico da chuva de meteoros Delta Aquáridas do Sul, também conhecida como Delta Aquáridas Austrais! Essa chuva de meteoros é produzida pela passagem da Terra, ao longo de sua órbita, pelos detritos rochosos deixados pelos cometas Marsden e Kracht.

A chuva de meteoros Delta Aquáridas ocorre anualmente entre os dias 12 de julho a 23 de agosto (algumas variações estimam entre 14 de julho a 18 de agosto) e, este ano, ela atingirá o pico de atividade na noite do dia 28 de julho e nas primeiras horas da manhã do dia 29 de julho, possibilitando a observação de até 20 meteoros por hora.

Esta será uma excelente oportunidade de ver essa chuva de meteoros porque a Lua estará em fase nova no céu, o que significa maior escuridão e mais facilidade para ver a passagem dos meteoros.  O fenômeno será facilmente visível de todas as partes do Brasil (para aqueles que tiverem a sorte de estar sob céus limpos, é claro) e a melhor visualização será do local mais escuro possível após a meia-noite. Os meteoros irradiarão da constelação de Aquário, mas podem aparecer em qualquer lugar do céu.

Calendário dos principais eventos astronômicos do mês de julho de 2022

06/07: Lua em Quarto Crescente

10/07: Máxima atividade da chuva de meteoros Pegasídeos

13/07: Lua Cheia; superlua

15/07: Conjunção entre Saturno e Lua

18/07: Conjunção entre Júpiter e Lua

20/07: Lua em Quarto Minguante

21/07: Conjunção entre Marte e Lua

26/07: Conjunção entre Vênus e Lua

28/07: Lua nova

28/07: Máxima atividade da chuva de meteoros Piscis Austrinídeos e Gama Draconídeos

28 e 29/07: Máxima atividade da chuva de meteoros Delta Aquáridas do Sul

29/07: Conjunção entre Mercúrio e Lua

30/07: Máxima atividade dos Alfa Capricornídeos

Céus limpos e boas observações!

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.