Farmacêutica brasileira vai vender remédio à base de maconha na farmácia

1 min de leitura
Imagem de: Farmacêutica brasileira vai vender remédio à base de maconha na farmácia
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

A fabricante de produtos farmacêuticos brasileira GreenCare, que possui aprovação da Anvisa para comercialização de três medicamentos à base de cannabis no Brasil, passará a vendê-los em farmácias, a partir de agosto. A venda direta em balcão vai facilitar a vida de pacientes que hoje são obrigados a importar os remédios.

De acordo com o CEO da GreenCare, Martim Prado Mattos, "Exportar o medicamento diretamente para cada paciente é um processo moroso, que tem de ter a aprovação da Anvisa e demora 25 dias, desde que o item é colocado no avião até a entrega no Brasil”, afirmou o executivo ao jornal Estado de S. Paulo.

Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte: Shutterstock/Reprodução.Fonte:  Shutterstock 

Para quais doenças são indicados os medicamentos de cannabis?

Os três medicamentos da GreenCare aprovados pela Anvisa contêm canabidiol com diferentes concentrações de THC, o princípio que tem efeito psicoativo na maconha. Estudos científicos já mostraram que os derivados de cannabis têm aplicações positivas em doenças neurológicas, autoimunes, psiquiátricas e dores crônicas. As vendas dependem de avaliação prévia e prescrição do médico.

Embora os remédios distribuídos pela GreenCare sejam fabricados no exterior, a empresa comprou uma antiga fábrica da Merck em Vargem Grande Paulista (SP) e pretende produzi-los no Brasil. A fabricante já solicitou à Anvisa a aprovação de mais sete medicamentos para venda em farmácias, três até dezembro e mais quatro até 2023.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.