Mês de junho terá superlua no céu e solstício que marca início do inverno

2 min de leitura
Imagem de: Mês de junho terá superlua no céu e solstício que marca início do inverno
Imagem: Chris Kotsiopoulos (GreekSky)
Avatar do autor

O mês de Junho reserva grandes eventos astronômicos para os amantes de astronomia de todas as categorias, desde os entusiastas ocasionais até os amadores e observadores frequentes.

O mês será marcado notadamente pelo protagonismo da Lua no céu que, na realidade, foi iniciado em Maio, quando nosso satélite natural produziu um espetáculo belíssimo durante o eclipse lunar total ocorrido entre a noite do dia 15 e a madrugada do dia 16.

Em Junho ela estará novamente grandiosa no céu no dia 14, mas desta vez como uma superlua, quando estará perto de sua aproximação máxima da Terra e poderá aparecer um pouco maior e mais brilhante do que o habitual.

O evento celeste mais importante do mês, contudo, é a chegada da estação mais fria do ano no hemisfério sul, marcado pelo solstício de inverno. A partir do dia 21 de junho, mais precisamente às 6h14, as temperaturas serão mais baixas na maioria dos lugares abaixo da linha do Equador e as noites serão mais longas, características típicas do inverno que durará até 22 de setembro deste ano, quando o equinócio trará novamente a primavera.

Representação esquemática das estações do ano marcadas pelos solstícios e equinóciosRepresentação esquemática das estações do ano marcadas pelos solstícios e equinóciosFonte:  Shutterstock 

O solstício ocorre sempre duas vezes ao ano nos meses de Junho e Dezembro, em geral nos dias 21 de cada mês, e acontece quando o Sol atinge o ponto de maior afastamento em relação ao equador celeste, produzindo a maior diferença na quantidade de luz solar que cada um dos hemisférios do planeta recebe. Por essa razão, no mesmo dia 21, ocorre no hemisfério norte o solstício de verão, caracterizado por dias mais longos e temperaturas mais altas.

Tanto os solstícios quanto os equinócios ocorrem devido a uma combinação do movimento da Terra em relação ao Sol com a inclinação do seu eixo de rotação em relação ao plano orbital. Isso faz com que a incidência da luz solar em cada hemisfério varie de acordo com sua posição e existam as estações do ano aqui na Terra.

Veja abaixo os principais eventos astronômicos do mês de junho de 2022:

07/06: Máxima atividade da chuva de meteoros Arietídeos e Lua em Quarto Crescente

14/06: Lua Cheia; Superlua

18/06: Conjunção entre Saturno e Lua

21/06Lua em Quarto Minguante e Solstício de Inverno no hemisfério sul

22/06: Conjunção entre Marte e Lua

24/06: Alinhamento do Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno

26/06: Conjunção entre Vênus e Lua

27/06: Máxima atividade da chuva de meteoros Bootídeos de Junho e conjunção entre Mercúrio e Lua

29/06: Lua Nova

Céus limpos e boas observações!