Estudo: vitamina D pode reduzir risco de doenças autoimunes

1 min de leitura
Imagem de: Estudo: vitamina D pode reduzir risco de doenças autoimunes
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

Na última quarta-feira (26), uma pesquisa publicada na revista científica The BMJ revelou que a ingestão de vitamina D, ou vitamina D com ácidos graxos ômega-3, pode reduzir significativamente a possibilidade de doenças autoimunes, como artrite reumatoide, psoríase, tireoide autoimune e polimialgia reumática — o estudo foi realizado no Brigham and Women's Hospital, o segundo maior hospital universitário da Escola de Medicina Harvard.

Durante quase cinco anos, a pesquisa foi feita com alguns participantes que tomaram doses diárias de 2000 IU de vitaminas e outros que ingeriram placebo. Em comparação com o placebo, o estudo revelou que os participantes que tomaram vitamina D tiveram o risco de desenvolvimento de doenças autoimunes reduzido em até 22% — foram mais de 20 mil participantes, homens e mulheres, com 50 anos ou mais.

O artigo com os resultados foi publicado no peródico científico The BMJ.

“Esta é a primeira evidência direta que temos de que a suplementação diária pode reduzir a incidência de doenças autoimunes e o que parece ser um efeito mais pronunciado após dois anos de suplementação de vitamina D. Esperamos aprimorar e expandir nossas descobertas e incentivar as sociedades profissionais a considerar esses resultados e dados emergentes ao desenvolver futuras diretrizes para a prevenção de doenças autoimunes na meia-idade e em adultos mais velhos”, disse a autora principal do estudo, Karen Costenbader, ao site The Harvard Gazette.

O estudo foi realizado em um ambiente randomizado, duplo-cego e controladoO estudo foi realizado em um ambiente randomizado, duplo-cego e controladoFonte:  Unsplash 

Os pesquisadores ainda estão tentando entender os resultados, mas já estão estendendo o teste para descobrir quanto tempo os benefícios duram e também testar em pessoas mais jovens.

O que é a Vitamina D?

A vitamina D é um pró-hormônio produzido pelo corpo humano na ingestão de alimentos, porém, também é absorvida por absorção da luz solar. Além de regular a quantidade de cálcio e fosforo do organismo, estudos indicam que a vitamina pode auxiliar no tratamento de diversas doenças, como alguns tipos de câncer, diabetes, doenças do coração e até depressão.

A vitamina D é lipossolúvel, então, precisa de gorduras para ser metabolizada no intestino, menos quando é adquirida pela exposição solar.

A suplementação de vitamina D é indicada em diversos casos, principalmente para tratar ou prevenir doenças ósseas e raquitismo. Até o momento, estão sendo realizados dezenas de estudos para tentar entender se existe realmente benefícios na suplementação da vitamina D.

ARTIGO The BMJ: doi.org/10.1136/bmj-2021-066452

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.