Fóssil de dinossauro dentro de ovo é encontrado; veja imagens

1 min de leitura
Imagem de: Fóssil de dinossauro dentro de ovo é encontrado; veja imagens
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Há 66 milhões de anos, um filhote de ovirraptor — ou algum outro terápode — estava prestes a chocar de dentro do seu ovo quando foi soterrado pela lama. O bebê, batizado de Yingliang ("Grande Herói") foi fossilizado e descoberto por cientistas na província de Ganzhou, China.

Yingliang é o embrião de dinossauro em melhor estado de conservação já descoberto. O fóssil mostra que o dinossauro em desenvolvimento estava na posição conhecida como "tucking", dobrado. Esse é um comportamento visto em pássaros, e a descoberta representa mais uma conexão entre esses animais.

O fóssil descoberto na China de um ovo de dinossauro prestes a eclodir (Fonte: Universidade de Birmingham\Lida Xing)O fóssil descoberto na China de um ovo de dinossauro prestes a eclodir (Fonte: Universidade de Birmingham\Lida Xing)Fonte:  University of Birmingham 

Embriões de dinossauros nessa posição nunca haviam sido encontrados. "Isso indica que o comportamento em pássaros modernos se originou nos ancestrais dinossauros", diz Fion Waisum Ma, paleontologista da Universidade de Birmingham.

Nas aves, a posição "tucking" permite que os filhotes quebrem a casa do ovo com os bicos. Para se manter estável, eles devem colocar a cabeça debaixo da asa direita. Aqueles que não chegam nessa posição tem a maior chance de morrer durante a eclosão.

O paleontólogo Steve Brusatte, que também fazia parte da equipe de pesquisa, comentou o caso: "É um dos fósseis de dinossauros mais impressionantes que eu já vi".

O bebe Yingliang mede 27 centímetos de comprimento da cabeça até a cauda. Ele viveu durante o fim do período cretáceo, segundo os especialistas.

Oviraptorosauros, que significa "lagartos ladrões de ovos", eram dinossauros com penas que viveram no que hoje é a Ásia e a América do Norte, durante o período Cretáceo Superior — entre 100 milhões a 66 milhões de anos atrás.

Arte ilustrando como seria o Bebê Yangling (Fonte: Shoulin)Arte ilustrando como seria o Bebê Yangling (Fonte: Shoulin)Fonte:  Shoulin 

O fóssil foi escavado no ano 2000, mas foi armazenado por 10 anos. A descoberta foi publicado na revista científica iScience. Durante as obras de construção do Museu de História Natural a Pedra de Yingliang, na China, o ovo chamou a atenção dos pesquisadores. Eles suspeitavam um embrião podia estar presente no material.

Leia também: Ypupiara lopai: conheça o dinossauro brasileiro

Parte do corpo do dinossauro ainda está coberto pela rocha e os cientistas usarão técnicas de varredura avançadas para criar uma imagem completa do esqueleto.