Retorno à Lua: veja onde rover da NASA vai pousar em busca de recursos

2 min de leitura
Imagem de: Retorno à Lua: veja onde rover da NASA vai pousar em busca de recursos
Imagem: Fonte: NASA/Reprodução.
Avatar do autor

A NASA decidiu onde seu rover vai, em 2023, sondar o terreno para a missão Artemis: perto do lado escuro da Lua, mais precisamente na borda oeste da Cratera Nobile, no Pólo Sul. A região foi escolhida devido à grande possibilidade de abrigar gelo — que pode se transformar em água e abastecer a missão tripulada que deve chegar à Lua em 2024 — e fornecer outros recursos.

O robô Volatiles Investigating Polar Exploration Rover (VIPER – acrônimo que significa víbora, em inglês), da NASA, será levado à órbita por um um foguete Falcon da SpaceX e entregue na Lua pelo módulo de pouso Griffin, da empresa Astrobotic Technology. É mais um passo da NASA dentro de seu programa comercial de parcerias. O VIPER deve mapear e explorar a superfície lunar durante aproximadamente 100 dias.

A área montanhosa a oeste da cratera Nobile foi escolhida como local de pouso devido ao seu terreno acessível e variedade de locais próximos de interesse científico, incluindo as áreas permanentemente sombreadas e inexploradas do Polo Sul da Lua. A região é uma das mais frias do sistema solar e apenas equipamentos de sensoriamento remoto ajudaram os cientistas a concluir que há gelo e outros recursos por lá.

“Os dados retornados pelo VIPER fornecerão aos cientistas lunares ao redor do mundo uma visão mais aprofundada da origem, evolução e história cósmica de nossa Lua, e também ajudarão a informar as futuras missões Artemis à Lua e além, permitindo-nos compreender melhor o ambiente lunar nessas áreas anteriormente inexploradas a centenas de milhares de quilômetros de distância”, disse, em em comunicado da NASA, Thomas Zurbuchen, administrador de ciência da agência.

Conheça a região em que o VIPER vai pousar

A cratera Nobile foi formada por impacto: surgiu de uma colisão com outro corpo celeste menor e, como está quase permanentemente coberta por sombras, deve abrigar gelo. A área próxima também possui crateras menores e acessíveis que podem ser úteis. Segundo Daniel Andrews, gerente de projeto do VIPER, foram anos de estudo até decidir a região que ele irá explorar.

Veja um vídeo da NASA sobre a área que o rover vai visitar:

O local também foi escolhido devido à facilidade para recarregar o equipamento com energia solar. Em sua jornada, o VIPER deve visitar pelo menos seis locais de interesse científico em uma área de 93 quilômetros quadrados — entre 16 e 24 quilômetros. A equipe também pretende descobrir como a água congelada e outros recursos chegaram à Lua, de onde vieram, como permaneceram preservados por bilhões de anos, como escapam e para onde vão.

O VIPER irá coletar amostras de pelo menos três locais com diferentes profundidades e temperaturas. Isso vai ajudar a criar um mapa de recursos globais da Lua. Com ele, os cientistas poderão compreender melhor a distribuição de recursos naturais e ajudar a informar futuras missões tripuladas, como a Artemis.

A missão da NASA deve levar em breve a primeira mulher e também a primeira pessoa negra à Lua. O objetivo é explorar o satélite junto de parceiros comerciais, para inspirar gerações futuras e estabelecer a presença humana na Lua. O próximo passo da Artemis deve ser uma missão tripulada até Marte.

Fontes