Cofundador da Apple anuncia nova startup espacial

1 min de leitura
Imagem de: Cofundador da Apple anuncia nova startup espacial
Imagem: Pixabay/Arek Socha/Reprodução
Avatar do autor

O cofundador da Apple, Steve Wozniak, anunciou via Twitter nesta segunda-feira (13) a criação da Privateer, uma nova startup espacial.

Apesar de não haver muitas informações sobre a empresa, aparentemente não será mais uma companhia na corrida espacial disputada por bilionários como Elon Musk, da SpaceX, John Bezos, da Blue Origin, e Richard Branson, da Virgin Galatic.

A área de atuação da Privateer deverá ser revelada na próxima Conferência de Tecnologias de Vigilância Ótica e Espacial Avançada de Maui (AMOS), que será realizada entre 14 e 17 de setembro em Maui, Havaí. O evento reúne representantes de instituições de ensino, governo e do setor privado para debater a consciência espacial.

O que se sabe sobre a Privateer Space

Wozniak compartilhou um vídeo que aborda o esforço humano em unir-se para a realização do que é certo e bom, sem muitos detalhes sobre a atuação da startup. No site da empresa, existe apenas o slogan "O céu não é mais o limite" e a Lua como pano de fundo, o que pode indicar a construção de uma base privada na lua.

De acordo com o site 3D Print, a Privateer Space é uma das clientes da Desktop Metal, uma empresa de impressão 3D que permite aos usuários trabalharem com titânio. O material impresso tridimensionalmente seria utilizado pela nova empresa de Wozniak para resolver o problema do lixo espacial.

Quem é Steve Wozniak?

Wozniak e Jobs foram os fundadores da Apple (Fonte: Apple Computer Inc./Reprodução)Wozniak e Jobs foram os fundadores da Apple (Fonte: Apple Computer Inc./Reprodução)Fonte:  Apple Computer Inc./Reprodução 

Steve Wozniak é um engenheiro eletrônico, atualmente com 71 anos, que foi responsável pelo primeiro microcomputador de sucesso comercial. Após a fundar a Apple com Steve Jobs, Woz, como é conhecido, se desligou da big tech e ficou conhecido por abrir diversas novas empresas da área de tecnologia.

Além do setor tecnológico, Wozniak investiu na área de educação, se tornando fundador-patrocinador da Tech Museum, do Silicon Valley Ballet, do Children’s Discovery Museum e ainda foi um dos fundadores da Electronic Frontier Foundation.