CNPq: Plataforma Carlos Chagas é restabelecida após mais de 20 dias

1 min de leitura
Imagem de: CNPq: Plataforma Carlos Chagas é restabelecida após mais de 20 dias
Imagem: Brenda Rocha - Blossom/Shutterstock
Avatar do autor

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) anunciou, nesta segunda-feira (16), que o acesso à Plataforma Carlos Chagas (PICC), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), foi restabelecido.

O sistema foi um dos afetados por uma falha de servidor que aconteceu no final de julho. O problema deixou o Lattes, banco de currículos virtuais dos pesquisadores do país, fora do ar até o início da semana passada, prejudicando milhares de acadêmicos.

De acordo com o MCTI, o restabelecimento do PICC permite o retorno das submissões de propostas de chamadas públicas e editais de pesquisa. As chamadas que estavam em andamentos antes da indisponibilidade serão, inclusive, retomadas com prazos prorrogados. “As propostas submetidas até o dia 23 de julho, quando iniciou a indisponibilidade, estão resguardadas”, informou a pasta.

A PICC reúne dados sobre “bolsas, auxílios, encaminhamento de projetos e pedidos de bolsas, andamento dos processos, emissão de pareceres, assinaturas de termos de concessão, relatórios técnicos e de prestação de contas, entre outras facilidades, para pesquisadores brasileiros e estrangeiros”.

Com a paralisação causada pelo problema técnico, os cerca de 84 mil bolsistas de pesquisa do Brasil e os mais de 2,2 mil projetos científicos foram prejudicados. Para diminuir o prejuízo nos trabalhos, foram divulgadas novas datas de submissão de propostas de trabalho. Confira, neste site, o cronograma completo, que será divulgado ao longo desta semana.