Pentágono divulga relatório sobre OVNIs; confira as conclusões

1 min de leitura
Imagem de: Pentágono divulga relatório sobre OVNIs; confira as conclusões
Imagem: Departamento de Defesa/EUA (Reprodução)
Avatar do autor

Na última sexta-feira (25), o Pentágono liberou, à pedido do Congresso dos Estados Unidos, o esperado relatório sobre Fenômenos Aéreos Não Identificados ou, como é mais conhecido, OVNIs. O objetivo da entidade governamental era detectar e analisar os eventos, a fim de obter informações sobre a origem dos fenômenos.

No documento, o Departamento de Defesa afirma que foram notificados mais de 140 casos de avistamentos estranhos por aeronaves militares desde 2004. Destes, apenas um tem explicação. Os demais não contam com indícios de que sejam extraterrestres, mas o Pentágono não descarta a possibilidade. Segundo o relatório, os avistamentos podem ser aeronaves de outros países, fenômenos atmosféricos ou até desenvolvimento de projetos sigilosos do governo norte-americano.

O Departamento de Defesa também ressaltou que os objetos não identificados podem representar um grande problema de voo, colocando em risco a segurança nacional dos Estados Unidos. Agora, a entidade deve aumentar o orçamento para que a força-tarefa encontre novas evidências e, consequentemente, explicações.

Evidências

No ano passado, oficiais da Marinha norte-americana revelaram que foram notificados de quatro avistamentos. Segundo eles, os objetos em formato de "pílula" ficam girando no ar. Além disso, dois ex-pilotos afirmaram no mês passado que viram um objeto voador desconhecido copiando seus movimentos no Oceano Pacífico.

"Estava viajando muito rápido e de forma muito errática e não conseguíamos prever para que lado viraria, como estava manobrando, ou qual era o sistema de propulsão. Não tinha rastro de fumaça ou propulsão aparente. Não tinha superfície de controle de vôo aparente para manobrar", disse o ex-piloto Alex Dietrich à BBC.

Para conferir o relatório completo do Pentágono, acesse o link.

Pentágono divulga relatório sobre OVNIs; confira as conclusões