NASA mostra imagens de redemoinho 'dançando' nas dunas de Marte

1 min de leitura
Imagem de: NASA mostra imagens de redemoinho 'dançando' nas dunas de Marte
Imagem: NASA/JPL/UArizona
Avatar do autor

Quem pensa que o planeta Marte é um lugar seco e sem graça vai se surpreender com as imagens capturadas pelo satélite Mars Reconnaissance Orbiter da NASA (MRO). Pesquisando dunas, o orbitador clicou um redemoinho de poeira espetacular “dançando” e redesenhando as dunas marcianas.

Segundo a equipe do programa HiRISE (High Resolution Imaging Experiment), o MRO observava um conjunto de dunas dentro de uma depressão ao norte da cratera Antoniadi, quando, por pura sorte, capturou “a natureza em ação”, no caso um redemoinho de poeira bem definido cruzando as dunas, e fazendo um desenho escuro com o material desenterrado da subsuperfície.

Área ampliada onde o MRO viu o redemoinho solitário, marcado por um círculo amarelo (Fonte: NASA/JPL/UArizona/Divulgação)Área ampliada onde o MRO viu o redemoinho solitário, marcado por um círculo amarelo (Fonte: NASA/JPL/UArizona/Divulgação)Fonte:  NASA/JPL/UArizona 

Os especialistas da HiRISE, que recebem as imagens do MRO na Universidade do Arizona, conseguiram compartilhar uma visão clara e extensa do local onde o redemoinho de poeira fazia suas trilhas. Sob o ponto de vista da câmera colocada na órbita do planeta vermelho, a força violenta do vento marciano mais parece um pincel delineando uma paisagem.

Como o MRO está sempre enviando imagens diuturnamente, a equipe do HiRISE demora um pouco para processar as melhores. No caso do “redemoinho solitário”, divulgado na quinta-feira (4), a imagem foi obtida no dia 30 de janeiro de 2020, a uma altitude de 285 quilômetros do solo marciano.

Fontes

NASA mostra imagens de redemoinho 'dançando' nas dunas de Marte