Cientistas pretendem criar peixes na Lua

1 min de leitura
Imagem de: Cientistas pretendem criar peixes na Lua
Imagem: Pexels
Avatar do autor

Em 2020, A Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou para a imprensa que pretende construir uma base lunar permanente. Pensando nisso, um grupo de cientistas franceses estão desenvolvendo um plano incomum: criar peixes na Lua. Segundo informações concedidas à Hakai Magazine, o objetivo é que os astronautas da missão tenham opções mais "apetitosas" para comer além dos alimentos enlatados enviados da Terra.

O plano envolveria a leva de ovos vivos dos peixes e a água coletada na superfície lunar. Para testar se a ideia dará certo, pesquisadores do Centro Espacial da Universidade de Montpellier e do Instituto Francês de Pesquisa para a Exploração do Mar (IFREMER) embalaram os ovos de peixes em pequenas embalagens que vibravam e sacudiam, com o objetivo de recriar a experiência de um foguete decolando.

Segundo o líder da pesquisa francesa,  Cyrille Przybyla, o ambiente era muito difícil para o nascimento dos peixes. Ainda assim, os resultados foram positivos, já que, no fim, cerca de 76% dos ovos eclodiram. A porcentagem é semelhante ao número de peixes que nascem normalmente, ou seja, sem nunca terem sido sacudidos.

Saúde mental

Além da alimentação, os cientistas acreditam que o cultivo dos animais na lua poderia fazer bem para a saúde mental dos astronautas. “Do ponto de vista psicológico, é melhor ter uma lembrança da Terra; além de um jardim, você tem um tanque com peixes”, disse Przybyla. Ele acredita que pescar também seria uma boa atividade de lazer para os novos habitantes lunares.

O pesquisador do Kenedy Space Center da NASA, Luke Roberson, concordou com o plano e afirmou que os astronautas que vivem na Estação Espacial Internacional passam muitas horas do dia cuidando das plantas que cultivam a bordo. "Imagine adicionar um peixe de estimação, é outro nível de benefício psicológico. Faz com que pareça mais humano”, diz Roberson.