Em Marte, helicóptero Ingenuity manda primeiras notícias

1 min de leitura
Imagem de: Em Marte, helicóptero Ingenuity manda primeiras notícias
Imagem: NASA
Avatar do autor

Os controladores da missão Mars 2020 receberam o primeiro relatório do rover Perseverance, que pousou na semana passada - com o helicóptero Ingenuity em sua “barriga” - na cratera Jezero, em Marte. Por enquanto, as informações revelam que a missão está saindo como o planejado.

O relatório enviado por meio da sonda Mars Reconnaissance Orbiter, que fica na órbita de Marte, indica que tanto o helicóptero quanto a estação base estão operando conforme o esperado. A base é fundamental para garantir a comunicação entre o Ingenuity e a Terra. Nos próximos dois meses, o helicóptero deve continuar preso ao Perseverance, para enfim, começar suas atividades no solo marciano.

Segundo Tim Canham, líder de operações da Ingenuity, dois itens importantes estavam sendo procurados no relatório: o estado das baterias do Ingenuity e a confirmação de que a base está trabalhando como o esperado. Com o resultado positivo, será possível seguir com o carregamento das baterias. Por enquanto, ele recebe energia da fonte do Perseverance, mas assim que o Ingenuity for implantado na superfície de Marte, as baterias do helicóptero serão carregadas exclusivamente por seu próprio painel solar.

nasaPerseverance pousando em Marte em 18 de fevereiro de 2021 (Fonte: NASA)Fonte: NASA/Divulgação

Para que o Ingenuity tenha sucesso em seus voos, será preciso ter energia o suficiente para se manter aquecido e para a manutenção de outras funções vitais. Isso porque as temperaturas no planeta caem -90 °C à noite. Se o helicóptero sobreviver às primeiras noites no planeta, a equipe tentará fazer um primeiro voo com o dispositivo.

“Estamos em um território desconhecido, mas a equipe está acostumada com isso”, disse MiMi Aung, gerente de projeto do helicóptero Ingenuity Mars. “Quase todos os marcos daqui até o final de nosso programa de demonstração de voo serão inéditos, e todos eles devem ser bem-sucedidos para que possamos avançar para o próximo passo. Vamos aproveitar esta boa notícia por enquanto, mas depois temos que voltar ao trabalho”.

Objetivos

O Perseverance vai investigar sinais de vida em Marte. O rover deve percorrer cerca de 20 quilômetros da superfície do planeta durante cerca de dois anos, procurando vestígios de vida no delta de 3,5 bilhões de anos do rio que desaguava no lago que ocupava a cratera Jezero, há milhões de anos.

Fontes