Neuralink: macaco joga videogame com chip implantado no cérebro

1 min de leitura
Imagem de: Neuralink: macaco joga videogame com chip implantado no cérebro
Imagem: Jeff Miller/University of Wisconsin-Madison
Avatar do autor

Em uma entrevista transmitida pelo podcast Clubhouse na noite do último domingo (31), o megaempresário Elon Musk falou sobre uma proeza da sua startup Neuralink: a implantação de um chip de computador no cérebro de um macaco para que o animal possa jogar videogame com a mente.

O bilionário garante que “não é um macaco infeliz”, pois o implante é tão sutil que pode até ser confundido com uma mecha do moicano do bicho. Musk explica que o chip implantado permite controlar a interface eletrônica sem fio, o que elimina o potencial de infecção que poderia ocorrer com condutores saindo do material orgânico.

Durante a conversa, ouvida por centenas de milhares pessoas, o dono da SpaceX e da Tesla falou sobre viagens espaciais, colônias em Marte, criptografia, inteligência artificial e até sobre as vacinas da covid-19. Ele disse que a Neuralink agora pesquisa um meio de dois macacos se conectarem e jogar Pong, o game clássico da Atari dos anos 1970.

Os projetos da Neuralink

Sediada em São Francisco, nos EUA, a Neuralink emprega atualmente 100 pessoas, e tem como meta desenvolver uma interface computador-cérebro implantável, que Musk chama de Fitbit do cérebro, referindo-se à pulseira inteligente, que mantém um registro das atividades físicas, hábitos alimentares e indicadores de saúde do usuário.

O que a Neuralink busca, diz o bilionário, é aumentar a taxa de fluxo de informações do cérebro humano para a máquina. Para ele, as pessoas já são ciborgues, visto possuírem uma verdadeira “camada digital” terciária, representada pelos seus smartphones, computadores pessoais e aplicativos.

Em longo prazo, teoriza Elon Musk, a Neuralink poderia permitir que humanos interagissem entre si usando uma espécie de telepatia cibernética que preservaria as memórias após a morte dos usuários. Por ora, a companhia se concentra na implantação de chips em pessoas tetraplégicas para que possam acionar equipamentos usando apenas a mente.

Neuralink: macaco joga videogame com chip implantado no cérebro