Covid-19: medicamento se mostra promissor em reduzir carga viral

1 min de leitura
Imagem de: Covid-19: medicamento se mostra promissor em reduzir carga viral
Imagem: Pplware/Reprodução
Avatar do autor

Na última semana, um medicamento espanhol se provou capaz de reduzir totalmente a carga viral do novo coronavírus. Experimentos controlados em ratos, na tentativa de reduzir o impacto do vírus em seus pulmões, mostraram resultados promissores e reduzem a carga viral do Sars-CoV-2.

Dois animais diferentes infectados pelo novo Coronavírus tiveram 99% da carga viral reduzida em seus pulmões quando tratados com quantidades controladas do composto. A eficiência do medicamento se dá pelo bloqueio da proteína humana eEF1A, a mesma utilizada pelo Sars-CoV-2 para reprodução e proliferação dentro do corpo.

A farmacêutica PharmaMar divulgou os resultados animadores ao lado de uma notícia do jornal El País, que entra em maiores detalhes sobre o estudo feito com o remédio — que tem potencial para ser um bom tratamento para a covid-19.

Segundo o jornal, dos 47 medicamentos testados, o antiviral apresentou entre nove e 85 vezes maior eficácia na contenção da multiplicação do Coronavírus.

Com os resultados positivos, o laboratório encoraja que o composto seja avaliado em mais testes clínicos. "Nossos resultados e dados positivos dos ensaios clínicos da PharmaMar sugerem que devemos priorizar mais testes com o medicamento para o tratamento da covid-19.", concluem os autores do estudo.

O estudo completo, assim como informações mais detalhadas sobre o antiviral, estão dispostas no estudo publicado na revista científica Science.

a  EFE/Reprodução 

O nome do medicamento foi ocultado propositalmente para evitar automedicação e corrida às farmácias. Autoridades defendem que o composto seja avaliado em testes laboratoriais mais avançados, talvez também em humanos. Até que mais estudos sejam publicados e a eficácia do medicamento seja aprovada, médicos e pacientes não devem receitar ou utilizar o composto para tratar a infecção.