Clínica faz exame de DNA para tratamento de pele personalizado no RJ

1 min de leitura
Imagem de: Clínica faz exame de DNA para tratamento de pele personalizado no RJ
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Análise de fatores genéticos para detecção e definição de tratamentos de doenças variadas está se tornando cada vez mais comum, e, no Rio de Janeiro, logo estará à disposição de pacientes já em consultas iniciais relacionadas à pele. Nessa quarta-feira (6), a Stringhini – Dermatologia Avançada, em parceria com um "laboratório renomado", anunciou que se tornará a primeira instituição do tipo no Brasil a oferecer testes de DNA a seu público.

"Temos observado muitos avanços nesse sentido em várias áreas da medicina, baseados em fatores genéticos para prevenção de doenças e melhores escolhas de tratamentos. Na dermatologia não é diferente", indica Simone Stringhini, médica à frente da instituição.

"Com esse recurso, poderemos entender melhor a estrutura da pele do paciente e identificar maiores probabilidades de doenças, além de tendências da pele. Assim, conseguiremos agir de forma mais assertiva com tratamentos especializados na prevenção, evitando o surgimento de uma doença antes que ela se manifeste e precise ser tratada", complementa.

Simone Stringhini, médica dermatologista à frente da instituição.Simone Stringhini, médica dermatologista à frente da instituição.Fonte:  Reprodução 

Personalização de tratamentos

De acordo com a clínica, já em janeiro deste ano, o teste poderá ser enviado para coleta na residência do paciente ou pode ser feito diretamente em consultório. Em cerca de 15 dias, os resultados ficam prontos, e fica a cargo da pessoa que os solicitou recebê-los diretamente em casa ou agendar uma consulta e conferi-los juntamente com a profissional.

"A partir do teste, a consulta terá como base os resultados genéticos para definirmos grande parte das prescrições medicamentosas e até os tratamentos em consultório, sempre com o intuito de prevenir possíveis problemas de saúde da pele", explica Stringhini, ressaltando, também, que o processo pode ser realizado, inclusive, por aqueles que estiverem com tratamentos em curso – permitindo, assim, eventuais adaptações.

"Acredito que essa inovação que estamos trazendo para a área dermatológica vai aprimorar os tratamentos, trazendo resultados muito melhores, pois teremos ainda mais base para definir caminhos e prevenir doenças", finaliza.

Clínica faz exame de DNA para tratamento de pele personalizado no RJ