Bola de fogo cruza o céu em São Paulo e no Paraná; veja registros

1 min de leitura
Imagem de: Bola de fogo cruza o céu em São Paulo e no Paraná; veja registros
Imagem: Bramon/Reprodução
Avatar do autor

Na noite dessa terça-feira (15), uma bola de fogo foi vista cruzando o céu em diversas cidades dos estados de São Paulo e do Paraná, sendo registrada por câmeras de monitoramento do clima.

O meteoro entrou na atmosfera terrestre por volta das 21h35, de acordo com a Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon). Ele foi avistado em cidades como Barretos, Nhandeara, Monte Azul Paulista, Cerqueira César, Indiaporã e Piracicaba, no território paulista, e Telêmaco Borba, no Paraná.

A princípio, acreditava-se que era um meteoro “earthgrazer”, conhecido por não queimar completamente ao entrar na atmosfera superior. Além disso, ele se caracteriza por retornar ao espaço em seguida, continuando sua viagem.

Foto do meteoro feita na cidade de Primeiro de Maio, no Paraná.Foto do meteoro feita na cidade de Primeiro de Maio, no Paraná.Fonte:  André Casagrande/Bramon/Reprodução 

Mas com a análise das imagens do objeto e os relatos das testemunhas, a Bramon chegou à conclusão de que se tratava de um meteoro “fireball” (bola de fogo). Este tipo de rocha espacial é mais brilhante que as estrelas e os planetas.

Brilho intenso e estrondo

As análises feitas pela Bramon mostraram que a bola de fogo chegou a -9,5 na escala de magnitude, conceito utilizado na astronomia para medir o brilho dos corpos celestes. A título de comparação, o planeta Vênus, objeto mais luminoso do céu noturno depois da Lua, apresenta magnitude -4,5.

Outras características que chamaram a atenção foram a “baixa” velocidade, devido à direção de entrada na Terra, e o estrondo emitido, conforme relatos de quem presenciou o fenômeno. Apesar do barulho, não há indícios de que o objeto tocou o solo — provavelmente, ele foi pulverizado durante a queda.

A bola de fogo foi vista em várias cidades.A bola de fogo foi vista em várias cidades.Fonte:  YouTube/Bramon 

Cálculos da entidade indicam que o meteoro brilhante atingiu a atmosfera em um ângulo de 18,6º, a uma velocidade de 34,4 mil km/h. Ele se tornou visível a 60,8 km de altitude, na divisa entre os estados de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, e desapareceu a 25,3 km de altitude, a sudoeste da cidade de Votuporanga (SP).

Veja as imagens da bola de fogo

O vídeo abaixo reúne vários registros do meteoro, feitos por câmeras de monitoramento instaladas nos estados de São Paulo e do Paraná.

Confira: