Casos de covid-19 batem recorde nos EUA por 3 dias consecutivos

1 min de leitura
Imagem de: Casos de covid-19 batem recorde nos EUA por 3 dias consecutivos
Imagem: Getty Images/Angela Weiss/reprodução
Avatar do autor

Em quatro dias consecutivos, os EUA registraram um aumento recorde de casos de covid-19 – o país já havia batido os cem mil infectados em um único dia na última quarta (4). Na quinta-feira, foram registrados quase 122 mil novos casos; no dia seguinte, novo recorde: foram relatados mais de 126 mil pessoas contaminadas – marca superada no sábado, com mais de 126 mil registros.

.  Johns Hopkins/G1/Reprodução 

Os EUA lideram a lista das nações com mais casos da doença; segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o mundo hoje registra 50.030.121 infectados e 1.252.072 mortos pela pandemia causada pelo coronavírus SARS-CoV-2.

A pandemia continua avançando pelo interior do país, alcançando agora as zonas rurais da Flórida e do Texas. O estado de Illinois, sozinho, registrou quase 12 mil novos casos, batendo estados mais populosos como Califórnia e Nova York.

“O vírus saiu dos grupos etários de risco e se espalhou por todas as faixas de idade”, disse ao jornal The Washington Post a epidemiologista da Universidade Northwestern Jaline Gerardin.

Revéillon com 300 mil casos diários

Para o epidemiologista Ali Mokdad, da Universidade de Washington, sem que haja uma estratégia real de contenção do vírus os casos diários chegarão a mais de 300 mil até o fim do ano; se as restrições forem relaxadas, o número deve pular para 686.000 pessoas infectadas por dia.

O teste do coronavírus é oferecido em um laboratório em Niles, Illinois.O teste do coronavírus é oferecido em um laboratório em Niles, Illinois.Fonte:  AP/PqNam Y. Huh/Reprodução 

“Os modelos mostram que o uso de máscaras e outras ações de prevenção à doença podem reduzir esse número para 172 mil. Com as taxas de infecção atuais, resta apenas um curto período de tempo para evitar a sobrecarga do sistema hospitalar do país”, disse Mokdad.

O presidente eleito Jose Biden prometeu um programa agressivo de combate à doença, com testagens em massa e rastreio dos infectados. O novo governo toma posse em 20 de janeiro.

Casos de covid-19 batem recorde nos EUA por 3 dias consecutivos