Estado de São Paulo registra maior temperatura de sua história

1 min de leitura
Imagem de: Estado de São Paulo registra maior temperatura de sua história
Imagem: https://pixabay.com/pt/illustrations/term%C3%B4metro-ver%C3%A3o-heiss-calor-sun-4767444/
Avatar do autor

Nesta quarta-feira (07), a estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) no município de Lins registrou a temperatura mais alta da história do Estado de São Paulo. Por volta das 14h (horário de Brasília), os termômetros chegaram a medir 43,2 °C, um recorde para a região, com base nas informações coletadas pelo INMET desde 1933.

Ainda segundo o INMET, essa temperatura poderia subir mais com o passar das horas, chegando a um patamar ainda mais incomum.

Visão superior do município de Lins (SP).Visão superior do município de Lins (SP).Fonte:  YouTube/Vanspilla/Reprodução 

De acordo com os dados absolutos para todo o Estado de São Paulo coletados pelas estações meteorológicas convencionais e automáticas do INMTE, o ranking atual das maiores temperaturas já registradas está assim:

  1. 43,2 °C (parcial) em Lins – 07/10/2020
  2. 43,0 °C em Iguape – 03/02/1933
  3. 42,8 °C em Registro – 02/10/2020
  4. 42,4 °C em Dracena – 06/10/2020
  5. 42,2 °C em Catanduva – 05/10/2020
  6. 42,1 °C em Iguape – 16/01/1956; em Catanduva e Votuporanga – 03/10/2020
  7. 41,9 °C em Lins – 30/09/2020 e 06/10/2020

Capital também tem alta temperatura

Na cidade de São Paulo, a estação meteorológica automática do Mirante de Santana também registrou temperaturas altas nos últimos dias. A máxima ontem (06) foi de 36,4 ºC, o quinto valor mais alto já anotado pelo INMPE para outubro desde que as medições foram iniciadas na capital do estado, em 1943.

Adicionalmente, a sexta maior temperatura para outubro foi de 35,9 ºC, verificada na capital nesta semana, mais precisamente na última segunda-feira (05).

Temperaturas altas estão cada vez mais comuns

O recorde de temperatura máxima absoluta para a cidade de São Paulo é de 37,8 ºC, registrado em 17 de outubro de 2014, há apenas 6 anos.

Recentemente, parece que as altas temperaturas estão ficando cada vez mais frequentes na capital paulista: na última sexta-feira (02), chegamos a 37,4 ºC, a maior temperatura do ano e a segunda maior desde 1943.