Cientistas da Universidade Kansas State (Estados Unidos) chegaram a uma conclusão que muitos já sabiam há um bom tempo. Segundo um estudo realizado pelos pesquisadores, “relacionamentos cíclicos” (os famosos namoros “iô-iô”) costumam tender ao erro. Os casais desse tipo de relação podem ser muito mais impulsivos. Agindo assim, surgem cachorrinhos, aluguéis e filhos não planejados.

Isso acaba gerando uma grande insatisfação para todos os envolvidos, que ainda sofrem com problemas de comunicação, geralmente tomam decisões precipitadas que afetam todo o relacionamento, possuem autoestima mais baixa e são incertos sobre o futuro. O problema é que esse tipo de casal está sendo cada vez mais frequente — graças à nossa amiga internet.

Antigamente, era muito mais difícil pedir desculpas, pois telefonemas e encontros exigem muito mais esforço psicológico do que emails ou até mesmo “cutucadas” no Facebook. Depois de saber de tudo isso, quando você sentir que precisa falar com seu ex-namorado ou ex-namorada, lembre-se do que disse o MedicalXpress: “Isso pode ser uma má ideia”.

Cupons de desconto TecMundo: