Força Aérea dos EUA usa 'cães robôs' ao estilo Black Mirror

1 min de leitura
Imagem de: Força Aérea dos EUA usa 'cães robôs' ao estilo Black Mirror
Imagem: https://www.youtube.com/watch?v=P7mqaE07RQU
Avatar do autor

Como parte do Sistema de Gerenciamento de Batalha Avançada (ABMS, na sigla em inglês), o Departamento de Força Aérea dos Estados Unidos implantou robôs quadrúpedes que se parecem com cães, para defender o perímetro de suas bases.

Black Mirror versus vida real

Os "cães robôs" da Força Aérea norte-americana são fabricados pela Ghost Robotics e se parecem muito com as máquinas do episódio "Metalhead" da série Black Mirror. No entanto, para quem acha que esses equipamentos poderiam ser apenas assunto de obras de ficção científica, eles são uma pequena parte do projeto ABMS, que já recebeu cerca de US$ 3,3 bilhões em investimentos nos últimos 5 anos.

A Ghost Robotics apresenta os Vision 60, como são chamados os cães robôs, como veículos terrestres não tripulados, que podem ser personalizados e licenciados por empresas parceiras, aproveitando  recursos como sensores, rádios e estrutura física da melhor forma que puderem, o que demonstra que o produto pretende atender a uma vasta gama de necessidades.

Na Força Aérea norte-americana, eles foram projetados para realizar missões remotas de inspeção, vigilância e mapeamento, assim como patrulhar os perímetros das bases, o que já vêm fazendo.

De acordo com o secretário adjunto da Força Aérea para aquisição, tecnologia e logística Will Roper, "os futuros campos de batalha serão caracterizados pela saturação de informações", por isso é de extrema importância investir em um arsenal bélico que disponha de equipamentos com tecnologia de ponta.

Os Vision 60 foram testados sob condições extremas, para que sua capacidade de processar uma grande quantidade de informações fosse medida durante uma operação real. Para John Raymond, chefe de operações especiais, é importante que essas máquinas sejam exploradas nas mais adversas situações, a fim de buscar novas estratégias de utilização, uma vez que "potenciais adversários estão investindo pesadamente nesses campos".

Força Aérea dos EUA usa 'cães robôs' ao estilo Black Mirror